29/09/2009

Confraria das Tubaínas

Posted in Bebidas, Por aí tagged , , às 12:34 pm por Paula R.

xereta_maçãQuem não tem uma boa lembrança de infância regada à tubaína? Pode ser também aqueles “guaranás” de abacaxi, tutti-frutti, laranja, limão ou cola que vinham em garrafas caçulinhas e os pais só compravam em aniversários – os das minhas festas eram fabricados em Analândia e eu sempre escondia o de abacaxi no fundo da geladeira para sobrar para o dia seguinte.

Foi com essa inspiração que foi criado, em maio deste ano, o blog Confraria das Tubaínas. O jornalista Guilherme Busch, cujo espumante preferido é o de maçã da marca Don, e um grupo de amigos da redação do Correio Popular, de Campinas, estão se tornando verdadeiros especialistas na degustação desta categoria de refrigerantes. Até recebem amostras grátis de empresas de vários lugares do país.

A minha favorita é a Xereta de maçã, que a gente comprava baratinho no bar do português em Rio Claro, com casco de cerveja de 600 ml. Lá em casa, meu pai também costumava usar o refrigerante para bater com abacate, no lugar do leite. Ficava uma delícia!

Dê uma passadinha no blog e veja se a sua tubaína está representada lá. Se não, faça a sugestão: http://confrariadastubainas.wordpress.com/

* todas as cidades citadas neste post ficam no interior de São Paulo.

(Foto: reprodução do site da marca)

28/09/2009

Casa Rosada

Posted in Pratos/restaurantes tagged , , , às 3:54 pm por Paula R.

casa_rosada
A Casa Rosada original.

As empanadas estão para diversos países da América do Sul como a coxinha está para o Brasil. O salgado assado, que tem sua forma de meia lua como a mais popular, também é conhecido em alguns deles como salteña e é oferecido numa variada gama de sabores.

As melhores que comi na vida foram num restaurante de Buenos Aires, chamado El Establo (que também tem o melhor “bife de lomo” do mundo). Minha favorita foi, inclusive, a de “cebolla con queso”, mesmo não sendo muito afeita a cebolas. O lugar não tem luxo, mas é muito charmoso. Vale conferir numa visita aos hermanos: Rua Paraguay, 489, Centro – Buenos Aires (ARG).

Em São Paulo
Não provei o petisco em muitos lugares em São Paulo, mas pelo que me lembro no momento posso citar o Empanadas Bar, na Vila Madalena, e o Exquisito!, na Consolação, dois bares que em outro dia me deterei mais detalhadamente.

Dia desses também fui jantar na casa de dois amigos no Brooklin – agora são três, pois o Daniel e a MC tiveram o Francisco – e pedimos a iguaria na Casa Rosada Empanadas Argentinas. Experimentei as de frango com catupiry, calabresa com cebola e queijo roquefort com nozes, além da de massa folhada com doce de leite. Todas muito boas.

Aberto por um argentino, o lugar é pequeno e tem algumas mesas para sentar, mas o forte são as entregas. Hoje a casa é tocada por brasileiros que garantem que o antigo dono ensinou todos os segredos das receitas. O preço da unidade sai por R$ 3,50 as salgadas (com exceção da de bacalhau a R$ 4,50) e R$ 3,90 as doces.

Depoimento do Daniel: “Passando na frente, você não dá nada para o lugar, tanto que tínhamos o folheto em casa fazia tempo e só pedimos pela primeira vez um dia que não tinha mais nada aberto. Mas adoramos e viramos fregueses! O dono original chamava Rubén. Muito gente boa, eu sempre ia lá buscar e ficava batendo papo de futebol com ele, que é boquense.”

Serviço:
Casa Rosada
Rua Miami, 21 – Brooklin
São Paulo-SP
Tel.: (11) 5542-4533
Não tem site.

(Foto: Paula R., 2007)

25/09/2009

Sopa de legumes

Posted in Receitas de salgados tagged , , , , , às 3:57 pm por Paula R.

panela_Zsuzsanna Kilián

:. Fácil – Porção para 6 pessoas

Ingredientes:
1/3 pacote de macarrão (penne, parafuso ou conchinha)
4 batatas médias
3 cenouras
4 mandioquinhas
1/3 de couve-flor
½ peito de frango desfiado (opcional)
Amigo de milho (maisena)
2 folhas de louro (opcional)
Cebola e alho
Sal ou caldo de legumes

Nota 1: o macarrão pode ser substituído por arroz pronto.
Nota 2: os legumes , grãos e verduras também podem ser à sua escolha. Pode ser usado chuchu, repolho, ervilha-torta, couve etc.

Modo de preparo:
– Cozinhe os legumes na água e sal. Faça a couve-flor à parte, pois amolece mais rapidamente. Para saber o ponto, é importante espetar com um garfo e, quando entrar com facilidade, já estará pronto. Não jogue a água fora.
– Caso opte por colocar frango na receita, faça na panela de pressão com água cobrindo a peça, sal e louro para dar um aroma mais gostoso (dica do meu pai). Cozinhe por 5 minutos depois que abrir pressão. Não jogue a água fora.
– Numa panela grande, refogue 1/3 de cebola e dois dentes de alho picados num fio de óleo ou use tempero pronto. Adicione de 8 a 10 conchas de água e umas 3 pitadas de sal (ou dois cubos de caldo de legumes).
Nota: eu prefiro utilizar a água do cozimento dos legumes e do frango, pois contém mais nutrientes e mais sabor.
– Descase e pique os legumes cozidos a gosto (rodelas ou cubos), cortando a couve-flor em árvores pequenas. Adicione-os à água temperada.
– Desfie o frango e acrescente à panela. Deixe cozinhar por 15 minutos no fogo médio, mexendo periodicamente. Prove um pouco do caldo para verificar se está bom de sal.
– Dissolva 2 colheres de maisena em meio copo de água e acrescente à sopa. Mexa por mais 5 minutos e está pronto.

:. Historinha…
Sopas de saquinhos quebram um galho, mas nenhuma se compara com as feitas em casa. Nessa primavera que está mais para outono aqui em São Paulo, é sempre uma boa pedida ter um caldo quentinho para jantar. Com um pão (se for italiano então!), um pouco de queijo ralado e um fio de azeite, vira praticamente um banquete. Sem contar que dá para fazer vários experimentos com essa receita, variando os ingredientes e, ainda, aproveitar todos os restinhos que tiver na geladeira – até arroz e feijão.

(Foto: Zsuzsanna Kilián / stock.xchng)

24/09/2009

Gostinho de infância

Posted in Aprovados (ou não) tagged , , , às 5:46 pm por Paula R.

fruittella_limão-e-colaOntem, meu amigo Toyama trouxe para o trabalho várias guloseimas, que ele resolveu dividir com o pessoal e acabaram em 5 minutos. A que mais gostei foi a Fruit-tella Lemon & Cola, umas balas de gelatina cobertas com bolinhas coloridas. A embalagem contém algumas verdes e outras marrons, conforme cada sabor sugerido, mas o legal é comer uma de cada por vez.

O resultado da mistura é um sabor idêntico ao Ploc Gigante Limão & Cola dos idos anos 80 – pelo menos é o que minha memória gustativa identificou. Em segundos, me senti em Rio Claro, indo comprar pães na padaria Pão de Ouro com umas moedinhas a mais para o chiclete. Viagem boa.

Na mesma linha, a Perfertti Van Melle* tem uma versão em formato de ovinhos e outra no sabor amora, que achei bem doce. O preço médio é de R$ 2 cada.

  fruittella_amoras  fruittella_jelly

(Fotos: reprodução do site da Perfetti van Melle)

* Ainda na linha saudosista: lembram daquele escândalo/lenda urbana que dizia que estavam sendo vendidas balas dessa marca contendo cocaína?

23/09/2009

Fica H2OH!

Posted in Bebidas tagged , , às 9:26 pm por Paula R.

H2OH_v2Você sabe que a bebida H2OH! não é água pura? Eu sei, meus amigos sabem e nossos vizinhos também. E, mesmo que não, acho que na embalagem está escrito que é um refrigerante de baixas calorias. Mas o Ministério Público pensa diferente.

Segundo uma matéria que li hoje na Folha Online, o MP pediu a proibição da comercialização da H2OH! (Pepsi) e da Aquarius Fresh (Coca-Cola), pois “os dois produtos possuem nomes que remetem à água (…) o que poderia confundir e até prejudicar a liberdade de escolha do consumidor”.

Pergunta: Por que só foram pensar nisso agora e não quando o produto entrou no mercado há alguns anos? Outra: Não há nenhum cartelzinho para desmanchar por aí?

> Leia a matéria inteira

22/09/2009

Ralph Goings

Posted in Artes Plásticas tagged , , , , às 11:32 am por Paula R.

double_ketchup_06_ralph_goings
Catchup Duplo, 2006.

Outro dia na capa do Yahoo!, vi uma chamada para um post sobre pinturas realistas no blog Mundo Gump. E foi lá que acabei descobrindo o artista norte-americano Ralph Goings, de 81 anos, que está na ativa desde os anos 60.

Especializado em naturezas mortas hiper-realistas, o pintor tem preferência por temáticas que retratam o “way of life” das clássicas lanchonetes de seu país. O catchup Heinz, inclusive, é um de seus modelos favoritos.

Em suas palavras: “Minhas pinturas são sobre a luz, sobre a maneira como as coisas estão em seu ambiente e, especialmente, sobre como elas ficam pintadas”.

Impressionante, não?

donut_06_ralph_goings
Donut, 2006.

PeeWees-Diner_still-life_77_ralph_goings
Jantar do Pee Wee, 1977.

Para conhecer outros trabalho do artista: http://www.ralphlgoings.com/
Se você se interessa por pintura realistas, acesse o Mundo Gump.

21/09/2009

Dark & Soft

Posted in Aprovados (ou não) tagged , , , às 3:41 pm por Paula R.

lacta_dark_softDurante a Restaurant Week, ganhei de brinde um exemplar do Lacta Dark & Soft Amêndoas – aquele da propaganda meio non sense em que a moça é envolvida por uma espiral de chocolate. Fiquei até animada, pois sou uma apreciadora dos chocolates meio amargos e a nova linha tem 50% de teor de cacau, mas o produto não correspondeu às minhas expectativas.

Disponível nas versões amêndoas, crocante e tradicional, a barra tem 100 g e o preço de loja varia de R$ 5 a 9. A promessa do fabricante é um chocolate com mais sabor e cremosidade. Cremoso ele até é, só que o sabor talvez seja suave demais para meu paladar. Não é ruim, mas ficou faltando um pouco de “doce”.

Chá de alho com limão

Posted in Bebidas tagged , , , às 2:36 pm por Paula R.

alho_e_limao

:. Fácil – Porção individual

Ingredientes:
2 copos de água
1 limão
2 dentes de alho

Modo de preparo:
– Corte o limão em quatro, com casca e tudo, descasque o alho e leve-os à panela com a água.
– Deixe no fogo até levantar fervura e desligue. Tampe a panela até amornar e coe o líquido para beber.
Nota: pode tomar puro, com açúcar ou adoçante.

Historinha…
Ficar gripado é muito chato. A gente se entope de remédios, que atacam o estômago, vive com um lencinho de papel na mão e ainda tem que ter pique para seguir a vida normalmente, trabalhar e fazer compra de supermercado. Nesses dias, é sempre bom tomar suco de laranja, jantar uma sopinha e dormir bastante. Além disso, o último truque que aprendi com minha amiga Betsy foi esse chá de alho com limão. Ela pegou a dica com a diarista dela e testou empiricamente. Semana passada chegou a minha vez e também aprovei. O sabor é meio amargo e tem gosto de alho – afinal, é um “remédio” -, mas compensa, pois no dia seguinte já acordei bem mais animada.

(Foto: montagem com imagens da stock.xchng)

18/09/2009

Boletim Revelando SP

Posted in Por aí tagged , , , às 12:54 pm por Paula R.

copinhoOntem, finalmente, consegui dar um pulo na feira do parque da Água Branca. Comi uma porção de alheira numa barraca portuguesa (R$ 6), que estava uma delícia. Também passei no Rancho Tropeiro para provar dois rojõezinhos – aquela kafta com carne de porco (R$ 3 cada ou 2 por R$ 5). Dá até uma tristeza pensar que agora só no ano que vem! Ainda tomei a Cachaça do Jotinha, envelhecida um ano e meio, muito boa.

O “Festival da Cultura Paulista Tradicional – Revelando São Paulo” segue até domingo, dia 20. Ainda dá tempo!

(Foto: Ricardo Junqueira/ stock.xchng)

17/09/2009

Top 5 do dia

Posted in Top 5 tagged , às 12:50 pm por Paula R.

Cheese saladas (até o momento):

1. Seu Oswaldo, no Ipiranga (hors concours)
2. Chicohamburguer
3. Fifties
4. New Dog
5. De algum carrinho no interior

Próxima página