20/01/2011

Comer e chorar por mais

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , , , , às 11:16 pm por Paula R.

Esse é o nome de um estabelecimento português que bem podia emprestar a alcunha para um que conheci recentemente. Desde que ouvira falar pela primeira vez sobre o Garabed, uma certa aura de mistério rondava o restaurante. Poucas pessoas já tinham ido, diziam que as instalações eram adaptadas à casa da família, que era muito longe…  e todos, sem exceção, teciam elogios à comida. Por estar em Santana , longe do metrô, prolonguei por muito tempo minha visita à casa e morria de inveja quando meu namorado chegava contando que tinha almoçado lá.

Como acabamos passando o Ano Novo em São Paulo, parte da frustração de não viajar foi compensada pelos passeios e restaurantes novos que nos propusemos a conhecer.  Assim, numa segunda-feira chuvosa do início de 2011 – ano em que o restaurante completa 60 anos! –  rumamos para a Zona Norte.

A frente do estabelecimento parece a de uma residência, com grandes portões de garagem cinzas, e as mesas foram dispostas no corredor externo, permeado por escadas, e em dois ou três cômodos no interior. A decoração é simples, com azulejos brancos e piso antigo. No cardápio, itens clássicos da cozinha árabe/armênia e alguns nomes desconhecidos que chamaram a atenção.

De entrada, depois de ficar em dúvida com as opções, escolhi a esfiha fechada de queijo com bastrmá (carne seca armênia) e azeite e a aberta de carne e queijo. Caras? Caríssimas! Entre R$ 6 e R$ 9 cada. Boas? Divinas! Provavelmente as melhores da minha vida. Sem exageros.

De prato principal, acabamos aceitando a sugestão do garçom, que indicou o mais pedido da casa, recém-afamado pela revista Paladar (Estadão): o madzunôv kiofté (quibes redondos recheados com carne e snobar, assados no forno à lenha e cozidos na coalhada, acompanhados de pão sírio). A iguaria saiu por R$ 51, sem ressentimentos. Suave e bem temperado ao mesmo tempo, o prato reuniu com esmero os ingredientes.

A Casa Garabed também funciona como rotisserie, permitindo levar ou encomendar os pratos e esfihas servidos, mas, sinceramente, acredito que o forno à lenha construído na década de 40 faça toda a diferença.


Não resisti a clicar o piso para guardar de referência para a futura reforma da cozinha.

Serviço:
Casa Garabed (Loja 1)
Rua José Margarido, 216, Santana – São Paulo (SP)
(Travessa da Rua Alfredo Pujol, 882)
Tel.: (11) 2976-2750/2979-3943
http://www.casagarabed.com.br/

(Loja 2)
Av. Água Fria, 1342 – Água Fria
Tel.: (11) 2267-1831/2267-1810
Somente para entregas em domicílio e encomendas.

(Fotos: Paula R.)

Anúncios

8 Comentários »

  1. Lilian Nakashima said,

    Céus! Agora necessito comer neste lugar!!!
    PS.: Eu tbm adorei esses azulejos!

  2. Carol said,

    Prima,que delícia!
    Esse eu tenho q ir,hein?

  3. Romi said,

    Cuca, parabéns pelo texto!
    Descobri agora que tenho vontade de comer não só o que você come, mas também o que você descreve! rsrs

    PRECISO ir nesse restaurante!!!

    Valeu por mais uma dica!

    bjinss

  4. Tais said,

    Ai, eu quero….vamos chamar a Milena, que mora lá perto???
    Beijooos

  5. Tais said,

    Ps: nooossa, se depender daqui, vou engordar muuuuito quando me mudar para Sampa…:O

  6. CaLi said,

    Fiquei c vontade desse prato da foto do início…hmmmm

    PS: Romi…imagina vc ir nesse lugar COM a Cuca…nuuu…não vai conseguir parar de comer…rs

    bjs

  7. Roberta said,

    Oiê. Conheci esse restaurante lá por 2007, por intermédio de uma prima. Não me lembro exatamente tudo o que comi. Mas a esfirra de zatar, ah, essa eu nunca esqueci. Foi a melhor que comi até hoje!

    Beijos
    PS: aguardo as foteeenhos de sábado pra colocar, ao menos uma, no blog 🙂

  8. […] tendo comido nada lá, dei um jeito de escrever sobre isso. Esse também foi o ano em que conheci o Garabed (hum!) e o Órfã apareceu no Gordo Urbano e na revista da […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: