26/03/2011

Tarantino chique

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , às 10:00 am por Paula R.

Depois de perdermos a viagem na segunda-feira, fomos jantar no Shintori no meio da semana – a casa só aceita reservas e no site da Restaurant Week não havia nada sobre isso. De qualquer forma, na viagem perdida, já aproveitamos para solicitar a tal mesa. A casa é de 1975 e o prédio segue com as mesmas características da inauguração; me lembrou muito o tipo de restaurante em que o Quentin Tarantino filmaria algo na linha de Kill Bill I.

Passamos por uma roupa de samurai que impõe respeito para chegar ao bar, com suas cadeiras de design retrô, música ao vivo e pessoas que conversavam em voz baixa. Os 15 minutos de espera nem chegaram a ser um sacrifício: a parede dos fundos é toda de vidro e dá para um jardim japonês incrível. Também parecia uma paisagem cenográfica, com vegetação impecável, quedas d’água, carpas e lanterna de pedra. Enorme.

Nossa mesa ficava no andar de cima, que imagino ter sido reservado para a RW (R$ 29,90 o almoço e R$ 39,90 o jantar), pois tinha um público mais falante e de calças jeans. A decoração era clean e, ao mesmo tempo, marcantemente japonesa. Refletindo depois, acho que talvez tenha sido um dos restaurantes mais chiques que cheguei a ir, mas um chique diferente do estilo francês, ao qual estamos mais acostumados a atribuir refinamento.

A comida

O atendimento foi muito atencioso e o garçom até nos ajudou a entender a diferença entre sakê e shochu – ficamos com o primeiro. Do cardápio promocional, escolhi: sunomono (salada de pepino, sashimi de salmão, macarrão transparente e molho agridoce), Degustação Restaurant Week (pequenas porções individuais de peixe branco a milanesa, shimeji na manteiga, wasabi steak e shumai de frango com nira) – vi agora que no site diz que acompanha gohan (arroz branco) e missoshiru (sopa de pasta de soja), mas não foram servidos. A sobremesa era mizu yokan (gelatina de agar agar e frutas frescas).

A entrada era um verdadeiro trabalho arquitetônico, feita com fatias precisas de pepino dispostas sobre uma rodela de laranja e decoradas com o peixe e o restante dos ingredientes. Super bonito. E pequeno. A combinação criada para o evento estava bem gostosa, com destaque para o shumai, uma espécie de pastelzinho frito, e o peixe branco. Os pratos também vieram bem arrumados em cumbucas de louça japonesa, que eu amo, porém, em porções menores do que gostaríamos.

A culinária japonesa é uma das minhas preferidas, com exceção dos doces, que são suaves demais para o meu paladar. Acabei escolhendo a opção da gelatina de sobremesa, porque não sou fã da pitaya e da lichia, que compunham a outra opção, e me surpreendi. Era leve e encerrou bem o cardápio.

Sobre voltar, é claro que voltaria, mas para experimentar diversos pratos e comer bem, imagino que o preço saia alto. Nos guias que encontrei na internet, fala-se sobre um gasto de R$ 90 por cabeça – não duvidaria se fosse mais.

> Veja o cardápio completo da RW

Serviço:
Shintori
Al. Campinas , 600
Jardim Paulista – São Paulo-SP
Tel.: (11) 3283-2455
www.shintori.com.br

(Fotos: clique sobre para saber mais. Não clique na do jardim, por favor)

Anúncios

9 Comentários »

  1. Romis said,

    Nossa, que sensacional!
    Nem aprece São Paulo!

    Arrasou!

  2. CaLi said,

    Concordo com o comentário da Romi….e ainda acrescento q é parecidíssimo c um restaurante que fui c a família do Fe na subida da serra de Campos do Jordão…
    Gostaria mto de ir…mas acho q terá q ser durante a RW…rsrs
    bjo

  3. CaLi said,

    PS: Escrever “Não cliquem na foto do jardim” é o mesmo que falar pra td mundo clicar lá neh!!! rsrsrs
    Eu pelo menos fiz!!!!

    • Elaine said,

      Depois de ler, “não cliquem na foto”, é claro que eu fui lá exatamente fazer isso… hahaha… Mas que restaurante chique, hein?

    • etienne yamamoto said,

      você provoca … que brega!!!!!!!!

  4. Feru said,

    Shintori = novo pássaro

    belo post

  5. Fernanda said,

    Hummm…não resisti um comentário. Também amo a culinária japonesa “but” doces, desde que experimentei uma bolachinha recheada com doce de feijão (sem graça e esquisita d+) e minha experência com a Pitaya não foi muito diferente da sua. Já a lichia sou grande apreciadora, coloco até em fronzen’s yogurts. Fiquei com muita vontade de experimentar o sunomono, já q adoro as saladas de pepino dos japoneses. Pra finalizar, ameiii o comentário: “quero voltar lá pra comer bem”, sei exatamente o q significa. Quanto aos 90 reais por pessoa em fora da RW, embora não esteja exatemente numa época de finanças digamos…favoráveis, fica abaixo de muitas opções por ai, como o Rubayat, por exemplo, que não oferece tanto requinte. Que fique claro q gosto mmuito da fartura do Rubayat! Bjsssssssss

  6. […] 2. Shintori Restaurante fino de comida japonesa, com jardim incrível no meio da construção. A comida estava muito bem preparada (apresentação e sabor), mas as porções eram muito pequenas e o preço das bebidas exorbitante (R$ 6,50 o refrigerante). Ganhou a medalha de prata pelo ambiente. Veja o post. […]

  7. […] É melhor ligar para ver se é preciso reservar mesa. Alguns restaurantes só aceitam reserva, apesar de não constar nada no site do evento – descobri isso na última edição com o Shintori; […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: