28/09/2011

Dicas práticas: alho & cebola

Posted in Receitas de salgados tagged , , , , às 12:00 pm por Paula R.

Seja pelo cheiro forte (e persistente) ou por nos fazer chorar, lidar com alho e cebola costuma ser um desafio na hora de cozinhar. Hoje uma amiga compartilhou esse vídeo da revista Saveur ensinando a descascar uma cabeça de alho em menos de 10 segundos, que eu adorei.

Já tinha os meus truques, mas todos terminavam com o dente de alho levemente esmagado, o que pode atrapalhar em algumas receitas. Seguem outras dicas que podem ajudar:

Para descascar alho

  • Colocar o dente no espremedor de alho, apertando levemente (sem fazer com que o conteúdo passe pelos furinhos). Isso vai descolar a casca, que sai inteira ao puxar.
  • Outra opção para o mesmo efeito: apertar o dente de alho com a lateral da faca (a parte plana) sobre uma superfície plana.
  • Para dentes de alho inteiros, seguir a dica do vídeo: esmurrar a cabeça de alho contra uma superfície plana, colocar o conteúdo dentro de uma bacia, tapá-la com outra bacia igual e chacoalhar com movimentos de sobe-e-desce.
  • No caso de manusear o alho e ficar com cheiro na pele, a dica é evitar o atrito. Portanto, lave as mãos em água corrente, sem esfregá-las ou usar sabão.

Para picar cebola

  • Picar uma cebola com um fósforo ou vela acesos próximos ao local.*

*Quando eu criança, meu tio Caio, que era biólogo, cortava cebola com uma vela acesa. A cena era inusitada e lembro de um dia ele me explicar que o fogo queimava o gás liberado pela cebola e que, em contato com a lágrima dos olhos, reagia formando ácido sulfúrico. Parece mentira, mas a Wikipedia está aí para confirmar. E eu geralmente uso a técnica e funciona mesmo.

Anúncios

23/09/2011

Aventuras gastronômicas nº 38

Posted in Por aí tagged , , às 3:08 pm por Paula R.

Ju W. – Estocolmo (SUE) – kebab e tubaína sueca (2011) 

“Experimentando um kebab em Estocolmo (uma versão light, digamos) acompanhada de Trocadero, uma espécie de Tubaína de lá. Tem gente que tem medo do kebab vendido na Europa em geral, dizem que é pesado, pode estar mal feito, conter todos os tipos de matérias-primas animais em sua carne… Mas, depois de ouvir tanto falar sobre, posso dizer que até que gostei, e sobrevivi!”

> Já se clicou comendo por aí? Participe da campanha Aventuras gastronômicas, enviando foto para orfadaofelia@yahoo.com.br com relato sobre o cardápio (o que era, onde comeu, o que achou…)

(Foto: cedida por Ju W.)

21/09/2011

Top Restaurant Week

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , às 4:11 pm por Paula R.

Como já é de praxe, segue meu singelo pódio sobre os pratos e lugares que visitei nessa edição da RW. E, para não perder o costume (e não cair na monotonia), em um novo formato de ranking.

Categoria Entrada
O melhor: homus com awarma, do Arabia
Menção honrosa: tog man gai, do Obá

Categoria Prato Principal
O melhor: spaguettini com pesto de manjericão e lulas provençais, do AK Vila
Menção honrosa: kaftas no espeto, do Arabia, e frango marrocaine, do Tanger

Categoria Sobremesa
O melhor: buñuelo com helado, do Obá
Menção honrosa: panqueca de doce de leite, La Caballeriza

Categoria Ambiente
O melhor: Obá
Menção honrosa: todos!

Categoria Atendimento
O melhor: Obá
Menção honrosa: Arabia

Outras categorias…

Me arrependi de não ter pedido: polenta com cogumelos, do Le French Bazar
Ainda volto provar o almoço executivo: Tanger
Quero aprender a receita: pesto do AK Vila
Melhor surpresa: vinho do porto de cortesia, no AK Vila
Volto mesmo gastando mais: Obá

20/09/2011

RW: La Caballeriza

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , às 11:59 pm por Paula R.

Minha primeira semana de Restaurant Week foi bastante proveitosa – visitei seis restaurantes! –, mas, na segunda, não consegui ir a nenhum. Correrias da vida pós-moderna. Para fechar o roteiro, acabamos indo jantar num sábado com um casal de amigos no La Caballeriza, que eu elegi como o melhor da última edição. Um trio de músicos estava tocando tango e amenizou um pouco minha tristeza por não ter conseguido ir ao show do Gothan Project naquela noite.

Fiquei com a empanada de queijo com cebola, fraldinha na brasa com arroz portenho e batata frita e panqueca de doce de leite com sorvete de creme. Destaque para a entrada e para a sobremesa, que estavam de lamber os beiços. Agora o conjunto da obra não chegou a causar a mesma impressão da vez anterior.

Mas, na linha “o problema sou eu e não você”, acho mesmo que isso se deve ao meu crescente desinteresse pela carne vermelha. Minha fraldinha estava a verter sangue, como o churrasco argentino deve ser consumido, pedi para passarem um pouco mais e, mesmo assim, foi demais para mim.

Dia desses, minha mãe falou que eu estava mudada. “E aquela história de que nosso organismo é feito para digerir carne, que você sempre falava?”, ela perguntou. Nossas experiências mudam mesmo a gente. E não é que esteja pensando em abandonar a carne de vez, é só que esse item tem sido cada vez menos importante nas minhas refeições. Mas, não mexam nos meus frutos do mar, é claro. Nem nos embutidos.

Serviço:
La Caballeriza
Al. Campinas, 530
Jardins – São Paulo-SP
Tel.: (11) 3541-2220
www.lacaballeriza.com.br

(Fotos: reprodução do site da RW / Luis Simione)

14/09/2011

RW: 4 em 1

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 11:46 pm por Paula R.


Fiquei sabendo da existência do Obá na última edição da Restaurant Week, lendo matérias sobre a possibilidade de dividir o evento em restaurantes mais caros e outros mais baratos, com diferença nos valores cobrados. O dono da casa nos Jardins era contra e lembro de ter gostado da entrevista. Durante a “edição de verão” pensei em ir diversas vezes, mas, sem reservas, parecia impossível – pela mídia e também por telefone, fui informada que fazia-se fila antes mesmo do restaurante abrir.

No feriado de 7 de setembro, liguei novamente e às duas da tarde ainda havia espera de uma hora. Como sou brasileira e não desisto nunca, me arrisquei no último sábado a aparecer sem telefonar e deu certo. Esperamos menos de 10 minutos no bar, que fica no andar superior do casarão. Paredes coloridas, decoração temática (de bom gosto) e atmosfera tranquila, tornaram o ambiente num dos mais agradáveis que visitei em todas as RWs. O atendimento – atencioso e simpático – também merece destaque.

O título desse post se deve ao cardápio peculiar do Obá, que inclui pratos da cozinha brasileira, italiana, mexicana e tailandesa. Do menu especial, fiquei com o tod man gai (bolinho thai de batata doce e frango, acompanhado de molinho de tamarindo), tacos de frango com abobrinha, milho e queijo, banhados em salsa de tomate e chipotle, e buñuelo com helado (massa crocante típica mexicana com melado de rapadura e canela acompanhada de sorvete de creme).

O prato principal acabou sendo um pouco picante para o meu paladar, mas os bolinhos de entrada estavam muito saborosos e a sobremesa provavelmente foi a melhor dessa edição até o momento. Parece simples e tem o clichê do sorvete, mas surpreendeu – queria saber a marca do sorvete!

Provavelmente não terei oportunidade de provar o menu do jantar, porém, acredito que voltarei em um dia regular sem problemas. A faixa de preço da casa é R$ 75 e pode cair bem numa data especial.

> Veja o cardápio completo da RW.

Serviço:
Obá
Rua Melo Alves, 205
Jardins – São Paulo (SP)
Tels.: (11) 3086-4774
www.obarestaurante.com.br

(Fotos: Paula R.)

13/09/2011

Imagem do dia

Posted in Por aí tagged , , às 7:42 pm por Paula R.


Outro dia uma amiga disse que tinha fotografado um muro na Vila Madalena e pensado no Órfã. A foto é essa aqui e retrata uma colagem de autor desconhecido. Adorei!

(Foto: Carol Miranda)

12/09/2011

RW: ex-Delicatessen

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 12:16 am por Paula R.


Não consegui ir ao AK Delicatessen antes de fechar as portas, o que foi uma frustração diante de tanta boa propaganda que ouvi do lugar. Felizmente, a chef Andrea Kaufmann abriu uma nova casa – com uma outra proposta – na Vila Madalena e pude conferir seu tempero nesta Restaurant Week.

O lugar estava lotado, mas conseguimos sentar de primeira. O ambiente é, digamos, “fashion”, e o público “descolado”. Do menu, escolhi de entrada croquetes de pato com geleia agridoce picante, que estavam bem saborosos, mas o destaque do almoço foi o prato principal: spaguettini com pesto de manjericão e lulas provençais. Daqueles que a gente come fazendo “hummm” garfada sim, garfada não. Quero mais.

A única coisa que não empolgou foi a sobremesa de merengue de morangos e calda de mirtillo (na verdade era framboesa), que não foi montada na hora e não tinha nada especial no sabor. Devia ter pedido a de chocolate… Para salvar o desfecho, ganhamos uma taça de vinho do porto por conta da casa, que estava bem bom.

Preciso dar uma pesquisada nos preços, mas tenho vontade de provar os vareneckes da casa para compensar a decepção dos que provei na Festa do Imigrante.


O ambiente interno e o outro prato principal da RW: ragu de linguiça picante com polenta rústica.

> Ver mais na RW.

Serviço:
AK Vila
Rua Fradique Coutinho, 1240
Vila Madalena – São Paulo (SP)
Tels.: (11) 3231-4496 / 3231-4497
www.akvila.com.br

(Fotos: Paula R. (pratos) + reprodução do site do AK Vila (ambiente))

11/09/2011

RW: à boa vida

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 12:58 pm por Paula R.


Sou adepta do viver bem, de aproveitar um dia de cada vez, mas muitas vezes, na correria do dia a dia a gente acaba engatando o piloto automático e nem vê as horas passarem. Talvez o importante seja, mais do que se permitir dias fora da rotina, prestar atenção àqueles que são especiais. E a minha quinta-feira foi assim.

Três amigas não se importaram em gastar um pouco mais no almoço e embarcaram na Restaurant Week comigo. Fomos conhecer o marroquino Tanger, que fica próximo ao trabalho. Depois da subida terrivelmente inclinada da rua Harmonia, fomos recompensadas por um oásis de tranquilidade, tecidos coloridos e luminárias charmosas.

Acabamos descobrindo que a casa oferece cardápios executivos com preços atraentes: R$ 19 (R$ 24 com salada e R$ 29 acrescentando ainda uma sobremesa). Mas, como estava seduzida pelo menu da RW, pedi salada de acelga,  tomate cereja, gergelim e filé de anchova (entrada), frango marrocaine (filé de frango recheado com queijo e banana em crosta de gergelim ao molho de laranja, com cuscuz marroquino, grão-de-bico, cebola dourada e uvas passas) e sorvete artesanal de pistache com calda de chocolate meio amargo e crocante de amêndoas.

Como sou grande apreciadora de culinárias que misturam frutas e sabores agridoces, mais do que aprovei o frango marroquino (que normalmente sai R$ 34,90) e o famoso cuscuz, que eu ainda não conhecia. Duas das amigas optaram por um peixe com crosta de parmesão do menu executivo e não se arrependeram. Voltaremos.


A outra entrada da RW e o peixe do menu executivo.

> Veja as outras opções no site da RW.

Serviço:
Tanger
Rua Harmonia, 359
Vila Madalena – São Paulo (SP)
Tels.: (11) 3031-8466 / 3037-7223
www.restaurantetanger.com.br

(Fotos: Paula R.)

10/09/2011

RW: das arábias

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , , , às 11:59 pm por Paula R.

Ah, os trocadilhos… Já estava com saudade.

Minha segunda incursão pela Restaurant Week foi um pouco mais tumultuada, mas valeu à pena. Fomos ao Arabia, nos Jardins, um dos meus lugares favoritos da última edição, para aproveitar o feriado de 7 de setembro – o problema é que não foi uma ideia muito original: pegamos uma fila de espera de 35 minutos.

Ainda tentei ligar para outras casas e, como todas estavam cheias, ficamos por ali mesmo. Estávamos com uma amiga e a espera não chegou a ser sacrificante. Também vale destacar a qualidade do serviço oferecido; todos foram muito atenciosos e não ficaram apressando os clientes.

Um dos destaques do cardápio do Arabia é ter de 3 a 4 opções por prato, o que agrada um maior número de pessoas. Comecei com o homus com awarma (pasta de grão de bico cozido e tahine com cubinhos de carne de cordeiro preparada “à moda das montanhas”) acompanhado de cesta de pães, que é sério candidato à melhor entrada desta edição.

De prato principal, fiquei com as kaftas no espeto com batata amassada coberta com cebola refogada e arroz com aletria, temperadas e assadas no ponto ideal, pelo menos para mim. Para fechar, sorvete artesanal de nata.

O cardápio do jantar também está bem interessante e estou considerando prová-lo.

> Veja o cardápio completo no site da RW.

Serviço:
Arabia
R. Haddock Lobo , 1397
Jardins – São Paulo-SP
Tel.: (11) 3061-2203
www.arabia.com.br

(Fotos: reprodução do site da RW / Rafael Wainberg)

08/09/2011

RW: estreia francesa

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 11:59 pm por Paula R.


Como estou achando o preço dos menus da Restaurant Week um pouco altos – R$ 31,90 (almoço) e R$ 43,90 (jantar) –, minha meta para essa edição é dar preferência para a primeira refeição. E foi assim que, logo na segunda-feira, fomos no Le French Bazar, em Pinheiros. Nunca tinha ouvido falar do lugar e acabamos escolhendo pela proximidade ao trabalho e pelo cardápio.

O bistrô fica na esquina da Fradique com a Arthur de Azevedo, num sobrado vermelho, com decoração clean, porém com elementos clássicos, como o papel de parede cor de vinho e o móvel do banheiro do andar de cima. O atendimento foi discreto e atencioso. O ar condicionado e o fato de não estar lotado também contaram pontos para um almoço tranquilo.

A comida

De entrada, fiquei com a remoulade de folhas e palmito pupunha com nozes e queijo roquefort (ou seja, uma salada), que estava bem gostosa. Já o prato principal, o ragu de ossobuco com tagliatelle, estava bom, mas nada excepcional; veio mais carne do que costumo comer , o que deve agradar ao público masculino. Para fechar, mousse de fromage blanc com frutas vermelhas, que tinha um azedinho de iogurte e não era muito doce.

Como sou fina apenas até a página 2, aproveitei o fato de estarmos no fundo do mezanino, sem ninguém por perto, e compartilhei alguns pratos com minha amiga. Provei o gâteau de chocolate com avelã e creme anglaise (mais parecido com um brownie do que com o petit gateau que estamos acostumados), que estava bem gostoso para os amantes de doces. De doces doces, quero dizer. E, felizmente, também dei umas garfadas de sua entrada, a polenta cremosa com fricassé de cogumelos, que era, sem dúvidas, o melhor prato do menu.

O site diz que há pratos executivos no dia a dia, mas não informa os preços. Pode ser uma boa pedida para almoços especiais de trabalho.

> Visite a página da RW.

Serviço:
Le French Bazar
Rua Fradique Coutuinho, 179
Vila Madalena – São Paulo (SP)
Tels.: (11) 3063-1809 / 2768-0504
www.lefrenchbazar.com.br

(Fotos: Paula R. / Taís C.)

Próxima página