23/09/2014

RW: Ecully

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , às 11:59 pm por Paula R.

site

Nunca tinha ouvido falar desse restaurante até me deparar com ele entre as sugestões da Restaurant Week que ficam no bairro de Perdizes, onde estou morando temporariamente. As opções de menu eram interessantes, com frutos do mar, que eu adoro, e o crème brûlée de laranja foi o fator decisivo para resolver conhecê-lo.

Não sei o que significa “ecully”. Achei que era uma palavra italiana, mas o Google Translator me diz que é francês, porém não me traz o significado. De qualquer forma, a casa é de comida contemporânea, que eu também não sei dizer exatamente o que é. Imagino que seja algo como “dos dias de hoje”, talvez receitas repaginadas, ingredientes inusitados em receitas tradicionais etc. (Experts, não me matem!)

O ambiente da casa é agradável, à meia-luz, com uma mangueira entre as mesas. A árvore deve dar um charme extra nas refeições durante o dia. Na entrada, há uma loja de vinhos, mas não parei para olhar se havia algo interessante – bom e barato, que é meu tipo preferido. Os garçons são prestativos e têm visual descolado.

Pedi o menu da RW – R$ 38,90 (almoço) e R$ 50,90 (jantar) –, acompanhado de um vinho pinot noir argentino, que saiu por R$ 53,90. Está caro ou eu que estou por fora? A comida estava boa e bem servida, o que me fez sair satisfeita por ter conhecido mais um lugar bacana em São Paulo. Pelo que dei uma olhada no cardápio regular, voltaria para provar alguns pratos.

image2

De entrada, pedi ostras gratinadas no pecorino (um queijo!) com ovas de capelin (um peixe!). Acho que foi o prato mais “ui ui ui” que já pedi na vida, como diriam certos amigos meus. Eram duas ostras acomodadas em caminhas de sal grosso, para serem comidas com um garfo especial. Estavam uma delícia, com sabor marcante por conta do queijo.

image3

O segundo prato foi uma massa: bavette ao molho de bisque, tomate, manjericão, camarões e bacon. Bem saboroso e numa quantidade que satisfez. O molho bisque, que eu não conhecia, é suave e talvez não tenha sido uma boa pedida começar com algo tão acentuado como as ostras. Mas, depois das primeiras garfadas, já consegui identificar melhor os ingredientes.

image4

Para finalizar, fiquei com o crème brûlée de laranja. Gosto bastante de doces feitos com laranja, como bolos e pudins, porém, nessa receita em especial, achei que havia um certo sabor de ovo se sobressaindo ao da fruta. Não estava ruim, mas, infelizmente, não correspondeu às minhas expectativas.

Ecully
Rua Cotoxó, 493
Perdizes – São Paulo (S)
Tel.: (11) 3853-3933
www.ecully.com.br
Menu na RW aqui!

(Fotos: Paula R. + print do site do Ecully)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: