03/06/2016

Bolo de cenoura

Posted in Receitas de doces, Uncategorized tagged , , , , , , , às 1:00 am por Paula R.

IMG_6736

:. Fácil – 20 pedaços

Ingredientes:

MASSA
3 cenouras médias raladas
3 ovos
1/2 xícara (chá) de óleo
1 colher (sopa) de margarina
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó

COBERTURA
1/3 xícara (chá) de leite
10 colheres (sopa) de achocolatado em pó
8 colheres (sopa) de açúcar
1 colheres (sopa) de margarina

Modo de preparo:

MASSA
– Unte uma forma com margarina, polvilhe com farinha de trigo e reserve.
– Bata todos os ingredientes no liquidificador, exceto a farinha e o fermento.
– Acrescente a farinha aos poucos e continue batendo. Caso o liquidificador não seja muito potente, despeje a massa numa vasilha e misture a farinha com uma espátula.
– Adicione o fermento, mexendo delicadamente com a espátula.
– Coloque a massa na forma untada e leve para assar no forno a 220 graus, por 30 minutos (ou conforme o comportamento do seu forno).
Dica: No final do tempo, teste se a massa está boa espetando um garfo. Se sair limpo, já pode tirar do forno.

COBERTURA
– Coloque todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo brando. Mexa até ferver e engrossar um pouco.
– Fure a superfície do bolo com um grafo em alguns pontos aleatórios e despeje a cobertura, ajudando a espalhar com uma colher. Assim que esfriar um pouco, a cobertura ficará durinha.

:. Historinha…
O conceito de “comfort food” está ligado àqueles pratos que nos dão prazer e nos remetem a boas lembranças, a uma época de felicidade e, claro, muitas vezes está ligado à infância. É a típica comida de mãe ou de vó, como na quase clássica cena final do desenho “Ratatouille”, ou mesmo algo reconfortante como um chocolate quente num dia de frio e chuva. Pode ser um prato que alguém prepara quando a gente está doente (ou triste), por isso hoje resolvi arriscar esse bolo de cenoura, para adoçar a tarde da minha mãe, recém-operada . Fazia anos que não me aventurava a preparar um bolo. Fiz a receita seguindo as dicas dela e ficou do jeito que eu queria: fofo e com cobertura que “craquela” levemente quando começa a esfriar. Um clássico do interior.

IMG_6742

 

31/12/2014

Pavê de Bis – O retorno

Posted in Receitas de doces às 5:02 pm por Paula R.

Ano novo, sobremesa velha, piada mais velha ainda. Pra não ter erro.

pavê de bis

> Pra quem quiser fazer: receita do pavê de Bis.

28/08/2013

A União faz… açúcar

Posted in Receitas de doces tagged , , às 11:33 pm por Paula R.

Caderno

Ao lado da Ofélia, precursora dos programas de culinária, os livros de receitas da União e do café Pilão eram verdadeiros clássicos dos anos 80 – assim como a piadinha do título. Não lembro exatamente como se fazia para ganhar, mas acho que era preciso reunir algumas embalagens de açúcar e café para fazer a troca.

A surpresa do dia foi descobrir que a União digitalizou os 25 livros de receita que lançou dos anos 60 até hoje e o material está disponível na íntegra nesse link: www.ciauniao.com.br/biblioteca. Muita gente vai viajar no tempo.

(Foto: reprodução do site da União)

07/07/2011

Torta de abobrinha

Posted in Receitas de doces tagged , , , às 4:48 pm por Paula R.

A Lili é uma jornalista-fotógrafa-cozinheira de mão cheia que tem aquele ateliê na Lapa – o Lili & Clo –, que ainda estou devendo uma visita. Mas esse post, na verdade, é para divulgar uma receita sua, que virou desenho em um blog que eu adoro, o They Draw and Cook. A ilustração é de sua amiga Sabrina Abreu, dA Margarida Curiosa.

Quem sabe um dia não tem uma receita do Órfã lá também, não?

> Veja a receita em tamanho grande aqui e o original em português aqui.

13/06/2011

Fondue de chocolate

Posted in Receitas de doces tagged , , , , , às 4:34 pm por Paula R.

Fácil – Porção para 8 pessoas

Ingredientes:

500g de chocolate ao leite
100g de chocolate meio amargo
2 caixinhas de creme de leite
5 colheres (sopa) de conhaque
Aparelho de foundue (ou vasilha e panela para banho-maria)

Acompanhamentos:

1 pacote de bolacha wafer picada em três partes
2 cachos de uva rubi
3 caixas de morangos
4 bananas cortadas em rodelas

Modo de preparo:

– Rale ou pique os chocolates.
– Na vasilha de fondue, misture os chocolates e o creme de leite. Ligue o fogo e mexa constantemente – também é possível fazer no fogão, em banho-maria. Verifique se é preciso diminuir a intensidade do fogo para não pegar no fundo.
– Quando o chocolate estiver derretendo, mas com alguns pedaços, acrescente o conhaque e continue mexendo. A mistura estará pronta quando o líquido estiver uniforme.
– Desligue o fogo. Para comer, basta espetar os acompanhamentos na ponta dos garfinhos e molhar no fondue.

:. Historinha…

Há tempos não comia fondue, apesar de gostar bastante. Achava os rodízios caros ou muito lotados e não tinha jogo de fondue – brincava que era por não ter tido “lista de casamento”. Coincidentemente, eu e minha mãe ganhamos aparelhos no início do ano, mas não tínhamos usado ainda. Nesse final de semana, debutamos o dela com uma receita de chocolate inventada a várias mãos, cheia de palpites e espiadas na internet. A coisa é simples e acho que dificilmente dá errado. Provamos até com morango e abacaxi desidratados. Também testamos uma pequena porção com Drambuie, um licor de uísque, no lugar do conhaque e ficou uma delícia!

(Fotos: Paula R.)

02/04/2011

Dia da mentira

Posted in Receitas de doces tagged , , às 10:42 am por Paula R.

Estou escrevendo só para registrar que a receita de ontem foi uma brincadeira de 1º de abril. Não tentem fazer em casa! E, se tentaram, escrevam contando o resultado. rs

Esse ano nem estava muito inspirada como em 2010, mas logo cedo fui enganada pelo perfil @RealMorte no Twitter, que dizia que a Hebe tinha morrido. Só depois de alguns minutos procurando a notícia nos sites dos jornais é que me dei conta de que tinha caído na piada e fiquei com vontade de tentar.

Achei que a mistura de carne com leite condensado ia ser absurda demais (até pra mim!), mas o legal é que, desta vez, mais gente acreditou – também fica mais fácil mensurar isso hoje que tenho Twitter e Facebook. O post teve um boom de acessos e reação geral foi de aversão à receita e, em alguns casos, de indignação.

Não fiquem bravos! Prometo repetir a dose só ano que vem.

(Foto: Lorenzo González/stock.xchng)

01/04/2011

Brigadeiro de carne

Posted in Receitas de doces tagged , , , às 10:57 am por Paula R.

:. Fácil – 50 unidades

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de margarina (ou azeite)
400 g de carne moída
2 colheres (sopa) de shoyo
3 colheres de sopa de achocolatado em pó
Granulado e/ou alho desidratado
Forminhas de papel

Modo de preparo:
– Leve uma panela média ao fogo e derreta a margarina.
– Acrescente a carne moída e o shoyo e mexa para refogar. Não coloque muito shoyo para não salgar demais.
– Quando a carne começar a verter água, acrescente o leite condensado e o achocolatado. Mexa para misturar bem todos os ingredientes.
– Abaixe o fogo e mexa periodicamente até o ponto de enrolar, ou seja, quando a massa começar a descolar por completo do fundo da panela.
– Deixe esfriar e enrole bolinhas. Para finalizar, passe algumas no granulado e outras no alho desidratado antes de acomodar nas forminhas. Para suavizar o sabor, também é possível misturar o granulado com o alho desidratado em partes iguais antes de enrolar.
– Guarde na geladeira até a hora de servir, pois a carne torna o doce mais perecível.

Dica: a receita também é conhecida como “Churrasquinho de brigadeiro” e pode ser montada com palitos. Veja modelo.

Historinha…

Já deixei registrado aqui minha paixão pela mistura de doce e salgado, pratos agridoces, banana com arroz e feijão, portanto não podia deixar de anotar essa receita. Enquanto não encontro ninguém que traga minhocas desidratadas cobertas com chocolate da China, não vejo a hora de testar o brigadeiro de carne!

:. Receita enviada pela Bozolina

> Veja também: Top 5 – Lançamentos Incríveis

(Foto: reprodução daqui)

01/07/2010

Pudim de café

Posted in Receitas de doces tagged , , , , às 4:07 pm por Paula R.

:. Fácil – Porção para 8 pessoas

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 lata de café forte (sem açúcar)
2 ovos
2 xícaras de açúcar

Modo de preparo:
– Derreta o açúcar numa panela em fogo médio até ficar amarelinho. Adicione uma xícara de água e deixe até formar calda – vai endurecer no começo, mas não se preocupe, pois depois vai derretendo.
– Despeje a calda na forma para pudim, untando as paredes. Reserve.
– Bata o leite condensado, o café e os ovos no liquidificador. Despeje a mistura na forma caramelada.
– Leve assar em banho maria na boca do fogão em forma própria ou numa forma com água no forno. Para saber o ponto, espete com um palito. Ele deve sair limpo.
– Tire do fogo e deixe esfriar. Leve à geladeira de 2 a 4 horas e desenforme.

:. Historinha…

Essa receita é outra daquelas que me fazem gostar de café, já que o pretinho básico eu não tomo. Ela é fácil de fazer e dá um toque especial ao pudim de leite condensado tradicional. Minha mãe apareceu com essa para adoçar o jogo Brasil x Costa do Marfim e deu certo. Quem sabe não seja uma boa para dar sorte na partida contra a Holanda amanhã?

(Foto: Paula R.)

23/06/2010

Pé-de-moça

Posted in Receitas de doces tagged , , , , às 12:19 am por Paula R.

:. Médio – Porção para 10 pessoas

Ingredientes:
1 pacote de amendoins sem casca
3 xícaras de açúcar
1 lata de leite condensado
Forma untada com margarina

Modo de preparo:
– Leve ao fogo médio uma panela com o amendoim e o açúcar. Mexa constantemente até o açúcar começar a derreter.
– Num primeiro momento, o açúcar pode formar pedrinhas duras, por isso é importante mexer sempre para evitar que forme placas ou grude no fundo. Quando estiver transparente, desligue o fogo.
– Acrescente o leite condensado imediatamente, mexendo sem parar. Assim que estiver bem misturado, leve à forma untada. É bom alguém ajudar nessa hora, ou segurando a panela ou raspando o conteúdo com uma colher.
– Deixe esfriar e corte em quadradinhos.

:.Historinha…

Adoro essa época de festa junina, vinho quente, bolo de fubá, milho verde, paçoquinha. Mas não tem jeito: esse pé-de-moça é meu doce favorito! Nem entendo porque a gente acaba lembrando de fazer só em junho. Quem me ensinou a receita que fotografei foi minha irmã caçula – leitora número 1 desse blog e melhor cozinheira da família da minha geração. É uma versão do tradicional pé-de-moleque que fica irresistível. Boa para o Dia de São João. Boa pra Copa. Boa para o ano todo.

Nota (14/out/10): como mais alguém pode ter a dúvida de uma leitora que acabou de escrever por sua receita não ter dado certo, o pacote de amendoins em questão é de 500g (exemplo). Eu e as pessoas da minha família costumamos usá-lo cru mesmo, pois, durante a fase de derretimento do açúcar, ele acaba cozinhando. Se alguém preferir torrá-lo antes, depois me conte como ficou. Abs!

(Fotos: Paula R.)

19/06/2010

Cardápio pra Copa

Posted in Receitas de doces, Receitas de salgados tagged , , , às 10:00 am por Paula R.

Para os dias de jogo, é legal pensar no menu para reunir os amigos em casa. Nada que demore, pois acaba sendo a maior correria fugir do trabalho, enfrentar o trânsito, essas coisas. Por isso, selecionei algumas receitinhas aqui do Órfã para dar uma ajuda.

Partidas das 8h30: provavelmente você vai ver só com a família ou, no máximo, com o namorado, mas um chocolate quente com bolinho de chuva caem muito bem para começar o dia.

11h: dá para pensar num prato mais substancioso, pois vale como almoço. Um chili, que pode ficar pronto no dia anterior e dá para comer num potinho em frente à TV, é uma boa opção. Tortas de liquidificador ou macarrão de panela de pressão também valem a pena, pois são fáceis de fazer. Para adoçar a vida, batida de pêssego e sobremesa rápida de morango.

15h30: nos jogos da tarde, uma cervejinha já cai melhor. Para acompanhar, amendoins, azeitonas e patês. Se a casa estiver cheia, também pode apostar num churrasco com pão de alho – de churrasqueira elétrica para os paulistanos – ou num cachorro quente de forno. Jogos especiais merecem um pavê de Bis, mas lembre que o doce tem que ir para o congelador algumas horas antes.

(Fotos: Órfa da Ofélia)

Próxima página