01/07/2012

Dia 4*: Festa junina

Posted in Uncategorized tagged , , , às 10:09 am por Paula R.

Pensando cá com meus botões, acho que existem quatro épocas do ano em que deveria ser proibido uma pessoa ter que fazer controle alimentar: as férias, a Páscoa, as festas juninas e as festa de fim de ano. Costumo abrir exceções nessas épocas quando estou de dieta, mas quando o assunto é tratamento médico não dá para brincar.

Assim, nesse sábado, encarei minha primeira festa junina. Foi lá em Perus, quase uma cidade do interior na capital. A decoração estava boa, com bandeirinhas e histórias do Chico Bento, fogueira e até pescaria, mas eu seguia com uma dúvida: o que vou poder comer?

Felizmente, a surpresa foi boa, pois a festa era daquelas em que cada pessoa da família leva um prato, a maioria caseiro. Me esbaldei na mandioca frita, batata doce cozida e no lanche de carne louca. Delícia! Até na pipoca, que não sou muito fã, me arrisquei só porque estava liberada.

De beber, água. De doces, nada – e olhe que a mesa estava tentadora com cural, canjica, arroz doce, bolos de fubá de todos os tipos, pudins e um sem número de doces de amendoim, abóbora e coco. Para compensar, me acabei na quadrilha, coisa que não fazia há mais de uma década.

*Contagem da dieta antialérgica. Mais aqui e aqui.

(Img: quadro do Volpi)

Anúncios

23/06/2010

Pé-de-moça

Posted in Receitas de doces tagged , , , , às 12:19 am por Paula R.

:. Médio – Porção para 10 pessoas

Ingredientes:
1 pacote de amendoins sem casca
3 xícaras de açúcar
1 lata de leite condensado
Forma untada com margarina

Modo de preparo:
– Leve ao fogo médio uma panela com o amendoim e o açúcar. Mexa constantemente até o açúcar começar a derreter.
– Num primeiro momento, o açúcar pode formar pedrinhas duras, por isso é importante mexer sempre para evitar que forme placas ou grude no fundo. Quando estiver transparente, desligue o fogo.
– Acrescente o leite condensado imediatamente, mexendo sem parar. Assim que estiver bem misturado, leve à forma untada. É bom alguém ajudar nessa hora, ou segurando a panela ou raspando o conteúdo com uma colher.
– Deixe esfriar e corte em quadradinhos.

:.Historinha…

Adoro essa época de festa junina, vinho quente, bolo de fubá, milho verde, paçoquinha. Mas não tem jeito: esse pé-de-moça é meu doce favorito! Nem entendo porque a gente acaba lembrando de fazer só em junho. Quem me ensinou a receita que fotografei foi minha irmã caçula – leitora número 1 desse blog e melhor cozinheira da família da minha geração. É uma versão do tradicional pé-de-moleque que fica irresistível. Boa para o Dia de São João. Boa pra Copa. Boa para o ano todo.

Nota (14/out/10): como mais alguém pode ter a dúvida de uma leitora que acabou de escrever por sua receita não ter dado certo, o pacote de amendoins em questão é de 500g (exemplo). Eu e as pessoas da minha família costumamos usá-lo cru mesmo, pois, durante a fase de derretimento do açúcar, ele acaba cozinhando. Se alguém preferir torrá-lo antes, depois me conte como ficou. Abs!

(Fotos: Paula R.)