11/08/2011

Café da manhã

Posted in Por aí tagged , , , , , , às 3:41 pm por Paula R.


Um dito popular diz que a gente deve tomar café da manhã “como um rei” e depois ir reduzindo a quantidade de comida ao longo do dia. Porém, hoje já se sabe que o importante mesmo é fazer cinco refeições por dia, com cardápios balanceados. E a primeira delas é justamente o café da manhã, que muitas vezes é negligenciado.

Depois que comecei a fazer dieta, ando mais preocupada com isso, tento comer de três em três horas, alimentos mais saudáveis, mas ainda tem muita gente que toma só um cafezinho preto e já sai trabalhar. Ontem, participei pela primeira vez de uma coletiva realizada para imprensa, blogueiros e formadores de opinião, que fui convidada pelo Órfã. Legal, né? O evento era sobre o lançamento de uma campanha promovida pelo segmento de cereais da Nestlé chamada “Café da manhã é + do que você imagina”.

O foco eram os hábitos alimentares matinais da criançada, uma vez que uma boa refeição logo cedo ajuda a dar energia para o restante do dia e pode melhorar o desempenho escolar – na época que eu estava prestando vestibular, lembro de ter lido uma matéria que falava sobre as vantagens de comer “sucrilhos” antes de ir para a aula. Outra preocupação são os problemas causados pela falta de cálcio e ferro, já identificados nas crianças do Brasil.

A empresa apresentou os resultados de uma pesquisa com mães brasileiras, que, apesar de saberem a importância da refeição, nem sempre têm tempo para preparar algo balanceado ou mesmo paciência para insistir com os filhos que não têm fome de manhã.

Na ocasião, estavam presentes as atrizes Malu Mader (a mais engraçada), Julia Lemmertz e Maria Paula, que deram seus depoimentos como mães, e os profissionais Mauro Fisberg, pediatra e nutrólogo da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a professora Sílvia Franciscato Cozzolino, nutricionista da Universidade de São Paulo (USP). Segundo eles, o café da manhã ideal deve conter:

  • 1 porção de cereais, de preferência integrais (fonte de fibras): flocos de milho ou arroz, como corn flakes, pães, torradas;
  • 1 porção de leite ou produtos lácteos (fonte de cálcio, que pode ser enriquecida com ferro): leite, queijo, iogurte; e
  • 1 porção de frutas (fontes de vitaminas e minerais): frutas in natura, sucos ou geleias.

No evento, também foram oferecidos vários produtos Nestlé que podem ser consumidos no café da manhã – até Nespresso! –, mas eu fiquei só nos cereais: o tradicional Corn Flakes e experimentei o Nescau e o Crunch, que é bem crocante.

> Veja os números da pesquisa da MarketTools: Fact_Sheet_Levantamento

> Para mais informações sobre o tema, visite o site: www.maisdoquevoceimagina.com.br (A matéria sobre o evento está aqui)

(Fotos: divulgação do evento + Paula R.)

Anúncios

27/05/2011

Milk Love Story

Posted in Filmes/TV tagged , , , , às 3:11 pm por Paula R.

A campanha da organização ambiental Friends of the Earth tem um mote um tanto quanto inusitado, mas que é criativa não se pode negar. E a história de amor é muito bem encenada, apesar dos personagens serem apenas (simpáticos) galões de leite.

> Veja os créditos do vídeo aqui

:. Dica da Romi (@RomisRodrigues)

20/10/2009

Leite de aveia

Posted in Bebidas tagged , , às 5:51 pm por Paula R.

cometa_gravinese

:. Fácil – Receita indicada pela amiga Paula Schuwenck

Ingredientes:
1 xícara de aveia em flocos
2 xícaras de água

Modo de preparo:
– Deixe a aveia de molho na água por 1 hora.
– Bata no liquidificador a aveia com a água do molho, coe e guarde na geladeira.

:. Historinha…

Há mais pessoas por aí com intolerância à lactose do que imaginamos – segundo dados da Unifesp, cerca de 25% dos brasileiros. Uma delas é minha irmã Fernanda, que descobriu o problema depois de passar dois anos com enxaqueca quase que diariamente. Descobriu por um acaso que o leite e seus derivados lhe davam dor de cabeça intensa e, desde então, vivemos em busca de alternativas para substituí-los.

Hoje, o mercado está mais preparado para atender a esse público e aos vegans (que não consomem nada que venha de animais), como minha xará que passou essa receita. Esse “leite” feito com aveia (que não é o Davene) não é doce como esses de soja de caixinha, por isso é ideal para ser usado em receitas de bolos, pães e tortas. Para estes casos, ela também recomenda um leite de soja da Yoki.

Os graus de intolerância variam de pessoa para pessoa, bem como a quantidade de leite que lhes faz mal. Os sintomas mais comuns são diarréia, náuseas, dores abdominais e desconforto. Fique de olho!

(Foto: quadro Cometa, 2008, óleo sobre tela, Diego Gravinese (ARG))