25/10/2012

Parraxaxá

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , às 4:46 pm por Paula R.


 

Não consegui tirar nenhuma foto bonita do prato que fiz no Parraxaxá, afinal, restaurantes por quilo não são lá muito fotogênicos. Mas isso não atrapalha em nada o resultado final, que é uma delícia. O preço é um pouco alto (R$ 42,90/kg), porém,  a qualidade da comida é ótima e a quantidade de opções salgadas e doces fazem valer a pena.

Tem, inclusive, pratos mais exóticos, como a buchada de bode, que não cheguei a provar – falta coragem! Peguei arroz de leite, bobó de camarão, suflê de queijo coalho com carne seca, camarão com leite de coco, pudim de tapioca, cocada com goiabada, cocada com amendoim… Ufa, nem lembro de tudo!

O ambiente é agradável, porém, totalmente “pra inglês ver”, o que tira um pouco a naturalidade do clima agreste pernambucano. A roupa dos funcionários era bonita, estilo Lampião e Maria Bonita, só não sei se eles estavam se sentindo confortáveis com a fantasia.

Fiquei curiosa para saber o que é “parraxaxá” e pouco encontrei na internet sobre o termo. A explicação mais convincente é de que era um tipo de canto entoado pelos cangaceiros para acirrar os ânimos da polícia e que teria dado origem ao xaxado. Se alguém souber outra história, pode mandar!

Serviço:
Parraxaxá
Rua Igarassu, 40
Casa Forte – Recife (PE)*
Tel.: (81) 3268-4169
*Tem unidade em Boa Viagem também.
www.parraxaxa.com.br

(Fotos: Paula R.)

Anúncios

20/10/2012

Tio Pepe

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , às 11:47 pm por Paula R.

Seguindo com os lugares que conheci desta vez em Recife, fui com meus primos no simpático Tio Pepe. O lugar chama a atenção pela decoração pitoresca, cheia de enfeites que não têm nada a ver entre si – mas que combinam que é uma maravilha! – e dizeres divertidos, que figuram da parede do estacionamento ao cardápio.

Logo na primeira página, há instruções sobre a ambientação: “Para explicação dos adornos e peças antigas da decoração, fale com qualquer funcionário. Se ele não souber, inventará algo”. E também sobre o tamanho dos pratos: “Servimos o que consideramos porções adequadas para três pessoas normais, duas pessoas mais ou menos normais ou uma pessoa após sete dias de spa brabo”.

Pedimos uma porção de “caranguejo metido a coxinha” (R$ 23,90) e, de prato principal, carne de sol na brasa (R$ 67,35), que vem acompanhada de feijão de corda, macaxeira frita, farofa de abóbora, arroz e queijo coalho. Foi daqueles almoços que dão vontade de passar horas proseando.

A única tristeza foi ter acabado a cartola, doce típico feito com banana e queijo manteiga. Terei que fazer o esforço de voltar.

Serviço:
Tio Pepe
Rua Almirante Tamandare,170
Boa Viagem/Setúbal – Recife (PE)
Tel.: (81) 3341-7153
www.tiopepe.com.br

(Fotos: Paula R.)

15/10/2012

A boa safra de 1957

Posted in Pratos/restaurantes tagged , , , , às 11:07 am por Paula R.

Foi nesse ano que nasceu a sorveteria Fri-Sabor, no bairro da Boa Vista em Recife. Hoje são sete lojas e outros quatro pontos de venda – a que conheci fica em Boa Viagem. São dezenas de opções de sorvetes de massa (em bola ou potinhos para levar) e picolé. Fiquei com os sabores mangaba e pitanga, por R$ 9.

Além do sorvete, que é um clássico, uma de minhas sobremesas recifenses favoritas é o bolo de rolo. Comi a iguaria todos os dias dessa viagem, inclusive na versão fatiada e torrada, que fica ótima no café da manhã. Meu preferido é o da Casa dos Frios que, vejam só, também foi inaugurada em 1957.

E, para não restar dúvidas de que esse é um ano especial, 57 também foi marcado pelo nascimento da mãe desta que vos fala, autora do melhor croquete de batata com carne, do melhor bolinho de chuva e das primeiras receitas que aprendi na vida.

Serviço:

Fri-Sabor
Av. Domingos Ferreira, 3160
Boa Viagem – Recife (PE)
Tel.: (81) 3325-0555
www.frisabor.com.br

Casa dos Frios
Tel.: (81) 2126-0200
www.casadosfrios.com.br

(Fotos: Paula R. / reprodução do site da Casa dos Frios)

14/10/2012

Enfim, o siri mole

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , às 12:16 am por Paula R.

Em minha última visita a Recife, uma das iguarias que tinham ficado pendentes na listinha de desejos era o siri mole, que estava em falta – ou “não era a época”, não me lembro. Pelo que sei, essa característica mole se deve a uma fase de troca da carapaça e não a uma espécie de crustáceo, mas me corrijam os biólogos se estiver por fora.

Desta vez, estava com sorte e consegui provar o siri mole empanado (R$ 58) do Bargaço. Uma de-lí-cia! A carne do siri é leve e a gente come o bichinho inteiro, com patas, corpo, tudo. Fiquei na dúvida se não ia incomodar ou pinicar o céu da boca, porém me enganei. É levemente crocante, na medida certa.

A porção é um pouco cara, mas o mal é do restaurante na beira do rio, que é mais refinado e conta com um dos melhores cardápios da cidade. Como já tínhamos comido a tapioca em Olinda, o siri foi só um petisco mesmo. E que petisco! Para acompanhar, caipirosca de cajá.

Serviço:
Bargaço
Av. Antonio de Góes, 62
Pina – Recife-PE
Tel.: (81) 3465-1847
www.restaurantebargaco.com.br

(Fotos: Paula R.)

13/10/2012

Nunca é demais

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , às 7:45 pm por Paula R.

Queijo coalho assado na brasa à venda na Praia de Candeias.

(Se você é minha alergologista, pule esse post).

(Foto: Paula R.)

12/10/2012

Cantinho da Paz

Posted in Pratos/restaurantes tagged , , , , , , , às 7:34 pm por Paula R.

Na praia de Candeias, o restaurante começou como uma portinha e agora já tem até filial em Gravatá. O Cantinho da Paz é conhecido por pratos típicos mais exóticos como o bode e a buchada, mas também tem frutos do mar e carne seca. Ficamos com esses.

De entrada, escolhemos agulhinha frita (R$ 3,95 a unidade) e queijo coalho empanado, que é daquelas coisas que não tem como dar errado. O prato principal foi “roupa velha”, de carne de charque desfiada, mandioca cozida e manteiga de garrafa. Infelizmente, não anotei os preços, mas a conta saiu pouco mais de R$ 40 por pessoa – estávamos em três –, incluindo as bebidas.

Também no “Da Paz”, para os íntimos, acho que tomei a caipirinha mais barata da minha vida: R$ 4,80. No melhor estilo seja-o-que-deus-quiser, não deu nem dor de cabeça no dia seguinte.

Serviço:
Cantinho da Paz
Rua Antônio Ferreira Campos, 5024
Candeias – Jaboatão dos Guararapes (PE)
Tel.: (81) 3469-4359
www.restaurantecantinhodapaz.com.br

(Fotos: Paula R.)

11/10/2012

O Camarada

Posted in Pratos/restaurantes tagged , , , , , às 6:36 pm por Paula R.

Vim passar uns (poucos) dias em Recife e, além da praia e de Olinda, não poderia deixar de aproveitar os comes e bebes por aqui. Com o objetivo de não repetir pratos e lugares que conheci em 2009, minhas primas abriram a temporada com O Camarada, um barzinho “coisa fina” em Boa Viagem.

Meu objetivo era comer camarão e meu desejo foi atendido em grande estilo. Abrimos os trabalhos com uma porção de camarão envolto numa massinha e recheado de catupiry, chamada “Carneiros” (R$ 31,90). Na sequência, foi a vez de camarão marinado no chopp, frito e puxado na manteiga com alho e cebola (R$ 42,90). Delícia!

Para acompanhar, capiroska de cajá – pois tem coisas que, praticamente, só faço quando viajo. E beber caipirinhas e derivados é uma delas.

Serviço:
O Camarada
Rua Baltazar Pereira, 130
1º Jardim – Boa Viagem* – Recife (PE)
Tel.: (81) 3325-1786
* Há também unidades no bairro Espinheiro e no Rio de Janeiro.
www.ocamarada.com.br

Nota: Passamos no bar voltando do Instituto Ricardo Brennand. Não é exatamente perto, mas ficava no nosso caminho. Passeio bacana para quem curte artes e Idade Média. #ficadica

(Fotos: Paula R.)

15/04/2010

Camarão vapt-vupt

Posted in Aprovados (ou não), Receitas de salgados tagged , , , , às 2:44 pm por Paula R.

Quando recebi a visita dos meus primos de Recife, ganhei de presente dois pacotes de camarões da Netuno. Eles já vieram limpos, sem cabeça e pré-cozidos. A marca nasceu na capital pernambucana em 1989 e hoje já exporta para diversos países. Os camarões e pescados podem ser adquiridos a granel ou em pacotes.

Eu não conhecia, mas aprovei. Camarão é minha carne favorita e nunca tinha me arriscado a fazer, porém, com a receitinha da embalagem foi super fácil. Divido-a com vocês aí embaixo, com minha devida adaptação. Agora preciso decidir o que vou fazer com o outro pacote.

> Visite o site da empresa: http://www.netunopescados.com.br/

Camarão no alho

:. Fácil – de 3 a 4 pessoas

Ingredientes:
400 g de camarões pré-cozidos sem cabeça
5 dentes de alho
2 limões
4 colheres (sopa) de azeite
½ maço de cheiro verde
Sal

Modo de preparo:


– Descongele o camarão e tempere com quatro pitadas de sal e os limões. Deixe no tempero por 15 minutos.
– Descasque os alhos e pique em cubinhos. No fogo médio, leve-os para dourar no azeite.

– Acrescente o camarão e refogue por cerca de 5 minutos. Não cozinhe por muito tempo para que ele não fique duro.
– Adicione o cheiro verde picado e desligue. Já está pronto para servir.

:. Historinha…
Acredito que dá para seguir a mesma receita para camarões frescos, com a diferença de se ter mais trabalho para limpar. O resultado ficou excelente. Ótimo para comer com um arrozinho branco. Com limão, pede imediatamente uma cerveja. Ô saudade das minhas férias!

(Fotos: site da Netuno/ Paula R.)

04/12/2009

Bargaço

Posted in Pratos/restaurantes tagged , , às 12:56 pm por Paula R.

Minha passagem por terras nordestinas foi encerrada num restaurante de primeira. Com paredes de vidro e localizado à beira do rio, o ambiente fica agradável tanto na parte interna quanto na externa da casa. O lugar é um pouco mais chique do que a média, mas vi desde famílias que saíram para o almoço de domingo, casais jovens e velhos, até socialites de progressiva e maquiagem carregada.

Pedimos casquinha de siri, servida nas carapaças do próprio crustáceo, caipiroska de umbu cajá e de caju, além da famosa moqueca de camarão. O prato principal vinha acompanhado de arroz branco, farofa e pirão de peixe, custava R$ 66 e servia até três pessoas.

Vim, vi e venci

O Bargaço foi fundado por um pernambucano, que chegara à Bahia para trabalhar como garçom. O incentivo inicial para montar seu próprio negócio veio do patrão, em 1971, e hoje Leonel da Rocha é dono de uma rede com unidades em Salvador, João Pessoa, Belo Horizonte e Recife. O restaurante ia se chamar “Bargarçom”, mas o nome acabou mudando por causa de um erro cometido pelo pintor da primeira placa de entrada.

Serviço:
Bargaço
Av. Antonio de Góes, 62
Pina – Recife-PE
Tel.: (81) 3465-1847
http://www.restaurantebargaco.com.br/

(Fotos: Paula R.)

26/11/2009

Bar Central

Posted in Pratos/restaurantes tagged , , , às 10:21 am por Paula R.

Se eu morasse em Recife, imagino que um bar que eu frequentaria seria o Central. Ele fica no centro (óbvio), perto da assembléia legislativa, a menos de duas quadras do calçadão do rio Capibaribe.

Há mesas na calçada, mas o ar condicionado foi mais convidativo. O ambiente interno é charmoso, à meia luz, com uma jukebox e um papel de parede enorme com a foto aérea da cidade, no estilo Google Maps. Ou a máquina de música só tinha discos legais ou o público do lugar tinha muito bom gosto, pois a noite toda só tocaram sons bacanas (com exceção de duas do Bee Gees).

Ficamos horas lá batendo papo e petiscando. Foi peixe frito, bolinho de arroz com charque e o caldinho de feijão, que merece um destaque, que levava carne de sol, um ovo de codorna e uma azeitona. Tudo muito bom.

O chopp estava R$ 2,90 e a Original R$ 6. A conta individual saiu R$ 42.

 

Serviço:
Bar Central
Rua Mamede Simões, 144
Boa Vista – Recife-PE
Tel.: (81) 3222-7622

(Fotos: Paula R.)

Próxima página