23/09/2014

RW: Ecully

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , às 11:59 pm por Paula R.

site

Nunca tinha ouvido falar desse restaurante até me deparar com ele entre as sugestões da Restaurant Week que ficam no bairro de Perdizes, onde estou morando temporariamente. As opções de menu eram interessantes, com frutos do mar, que eu adoro, e o crème brûlée de laranja foi o fator decisivo para resolver conhecê-lo.

Não sei o que significa “ecully”. Achei que era uma palavra italiana, mas o Google Translator me diz que é francês, porém não me traz o significado. De qualquer forma, a casa é de comida contemporânea, que eu também não sei dizer exatamente o que é. Imagino que seja algo como “dos dias de hoje”, talvez receitas repaginadas, ingredientes inusitados em receitas tradicionais etc. (Experts, não me matem!)

O ambiente da casa é agradável, à meia-luz, com uma mangueira entre as mesas. A árvore deve dar um charme extra nas refeições durante o dia. Na entrada, há uma loja de vinhos, mas não parei para olhar se havia algo interessante – bom e barato, que é meu tipo preferido. Os garçons são prestativos e têm visual descolado.

Pedi o menu da RW – R$ 38,90 (almoço) e R$ 50,90 (jantar) –, acompanhado de um vinho pinot noir argentino, que saiu por R$ 53,90. Está caro ou eu que estou por fora? A comida estava boa e bem servida, o que me fez sair satisfeita por ter conhecido mais um lugar bacana em São Paulo. Pelo que dei uma olhada no cardápio regular, voltaria para provar alguns pratos.

image2

De entrada, pedi ostras gratinadas no pecorino (um queijo!) com ovas de capelin (um peixe!). Acho que foi o prato mais “ui ui ui” que já pedi na vida, como diriam certos amigos meus. Eram duas ostras acomodadas em caminhas de sal grosso, para serem comidas com um garfo especial. Estavam uma delícia, com sabor marcante por conta do queijo.

image3

O segundo prato foi uma massa: bavette ao molho de bisque, tomate, manjericão, camarões e bacon. Bem saboroso e numa quantidade que satisfez. O molho bisque, que eu não conhecia, é suave e talvez não tenha sido uma boa pedida começar com algo tão acentuado como as ostras. Mas, depois das primeiras garfadas, já consegui identificar melhor os ingredientes.

image4

Para finalizar, fiquei com o crème brûlée de laranja. Gosto bastante de doces feitos com laranja, como bolos e pudins, porém, nessa receita em especial, achei que havia um certo sabor de ovo se sobressaindo ao da fruta. Não estava ruim, mas, infelizmente, não correspondeu às minhas expectativas.

Ecully
Rua Cotoxó, 493
Perdizes – São Paulo (S)
Tel.: (11) 3853-3933
www.ecully.com.br
Menu na RW aqui!

(Fotos: Paula R. + print do site do Ecully)

Anúncios

21/09/2011

Top Restaurant Week

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , às 4:11 pm por Paula R.

Como já é de praxe, segue meu singelo pódio sobre os pratos e lugares que visitei nessa edição da RW. E, para não perder o costume (e não cair na monotonia), em um novo formato de ranking.

Categoria Entrada
O melhor: homus com awarma, do Arabia
Menção honrosa: tog man gai, do Obá

Categoria Prato Principal
O melhor: spaguettini com pesto de manjericão e lulas provençais, do AK Vila
Menção honrosa: kaftas no espeto, do Arabia, e frango marrocaine, do Tanger

Categoria Sobremesa
O melhor: buñuelo com helado, do Obá
Menção honrosa: panqueca de doce de leite, La Caballeriza

Categoria Ambiente
O melhor: Obá
Menção honrosa: todos!

Categoria Atendimento
O melhor: Obá
Menção honrosa: Arabia

Outras categorias…

Me arrependi de não ter pedido: polenta com cogumelos, do Le French Bazar
Ainda volto provar o almoço executivo: Tanger
Quero aprender a receita: pesto do AK Vila
Melhor surpresa: vinho do porto de cortesia, no AK Vila
Volto mesmo gastando mais: Obá

14/09/2011

RW: 4 em 1

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 11:46 pm por Paula R.


Fiquei sabendo da existência do Obá na última edição da Restaurant Week, lendo matérias sobre a possibilidade de dividir o evento em restaurantes mais caros e outros mais baratos, com diferença nos valores cobrados. O dono da casa nos Jardins era contra e lembro de ter gostado da entrevista. Durante a “edição de verão” pensei em ir diversas vezes, mas, sem reservas, parecia impossível – pela mídia e também por telefone, fui informada que fazia-se fila antes mesmo do restaurante abrir.

No feriado de 7 de setembro, liguei novamente e às duas da tarde ainda havia espera de uma hora. Como sou brasileira e não desisto nunca, me arrisquei no último sábado a aparecer sem telefonar e deu certo. Esperamos menos de 10 minutos no bar, que fica no andar superior do casarão. Paredes coloridas, decoração temática (de bom gosto) e atmosfera tranquila, tornaram o ambiente num dos mais agradáveis que visitei em todas as RWs. O atendimento – atencioso e simpático – também merece destaque.

O título desse post se deve ao cardápio peculiar do Obá, que inclui pratos da cozinha brasileira, italiana, mexicana e tailandesa. Do menu especial, fiquei com o tod man gai (bolinho thai de batata doce e frango, acompanhado de molinho de tamarindo), tacos de frango com abobrinha, milho e queijo, banhados em salsa de tomate e chipotle, e buñuelo com helado (massa crocante típica mexicana com melado de rapadura e canela acompanhada de sorvete de creme).

O prato principal acabou sendo um pouco picante para o meu paladar, mas os bolinhos de entrada estavam muito saborosos e a sobremesa provavelmente foi a melhor dessa edição até o momento. Parece simples e tem o clichê do sorvete, mas surpreendeu – queria saber a marca do sorvete!

Provavelmente não terei oportunidade de provar o menu do jantar, porém, acredito que voltarei em um dia regular sem problemas. A faixa de preço da casa é R$ 75 e pode cair bem numa data especial.

> Veja o cardápio completo da RW.

Serviço:
Obá
Rua Melo Alves, 205
Jardins – São Paulo (SP)
Tels.: (11) 3086-4774
www.obarestaurante.com.br

(Fotos: Paula R.)

12/09/2011

RW: ex-Delicatessen

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 12:16 am por Paula R.


Não consegui ir ao AK Delicatessen antes de fechar as portas, o que foi uma frustração diante de tanta boa propaganda que ouvi do lugar. Felizmente, a chef Andrea Kaufmann abriu uma nova casa – com uma outra proposta – na Vila Madalena e pude conferir seu tempero nesta Restaurant Week.

O lugar estava lotado, mas conseguimos sentar de primeira. O ambiente é, digamos, “fashion”, e o público “descolado”. Do menu, escolhi de entrada croquetes de pato com geleia agridoce picante, que estavam bem saborosos, mas o destaque do almoço foi o prato principal: spaguettini com pesto de manjericão e lulas provençais. Daqueles que a gente come fazendo “hummm” garfada sim, garfada não. Quero mais.

A única coisa que não empolgou foi a sobremesa de merengue de morangos e calda de mirtillo (na verdade era framboesa), que não foi montada na hora e não tinha nada especial no sabor. Devia ter pedido a de chocolate… Para salvar o desfecho, ganhamos uma taça de vinho do porto por conta da casa, que estava bem bom.

Preciso dar uma pesquisada nos preços, mas tenho vontade de provar os vareneckes da casa para compensar a decepção dos que provei na Festa do Imigrante.


O ambiente interno e o outro prato principal da RW: ragu de linguiça picante com polenta rústica.

> Ver mais na RW.

Serviço:
AK Vila
Rua Fradique Coutinho, 1240
Vila Madalena – São Paulo (SP)
Tels.: (11) 3231-4496 / 3231-4497
www.akvila.com.br

(Fotos: Paula R. (pratos) + reprodução do site do AK Vila (ambiente))

11/09/2011

RW: à boa vida

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 12:58 pm por Paula R.


Sou adepta do viver bem, de aproveitar um dia de cada vez, mas muitas vezes, na correria do dia a dia a gente acaba engatando o piloto automático e nem vê as horas passarem. Talvez o importante seja, mais do que se permitir dias fora da rotina, prestar atenção àqueles que são especiais. E a minha quinta-feira foi assim.

Três amigas não se importaram em gastar um pouco mais no almoço e embarcaram na Restaurant Week comigo. Fomos conhecer o marroquino Tanger, que fica próximo ao trabalho. Depois da subida terrivelmente inclinada da rua Harmonia, fomos recompensadas por um oásis de tranquilidade, tecidos coloridos e luminárias charmosas.

Acabamos descobrindo que a casa oferece cardápios executivos com preços atraentes: R$ 19 (R$ 24 com salada e R$ 29 acrescentando ainda uma sobremesa). Mas, como estava seduzida pelo menu da RW, pedi salada de acelga,  tomate cereja, gergelim e filé de anchova (entrada), frango marrocaine (filé de frango recheado com queijo e banana em crosta de gergelim ao molho de laranja, com cuscuz marroquino, grão-de-bico, cebola dourada e uvas passas) e sorvete artesanal de pistache com calda de chocolate meio amargo e crocante de amêndoas.

Como sou grande apreciadora de culinárias que misturam frutas e sabores agridoces, mais do que aprovei o frango marroquino (que normalmente sai R$ 34,90) e o famoso cuscuz, que eu ainda não conhecia. Duas das amigas optaram por um peixe com crosta de parmesão do menu executivo e não se arrependeram. Voltaremos.


A outra entrada da RW e o peixe do menu executivo.

> Veja as outras opções no site da RW.

Serviço:
Tanger
Rua Harmonia, 359
Vila Madalena – São Paulo (SP)
Tels.: (11) 3031-8466 / 3037-7223
www.restaurantetanger.com.br

(Fotos: Paula R.)

10/09/2011

RW: das arábias

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , , , às 11:59 pm por Paula R.

Ah, os trocadilhos… Já estava com saudade.

Minha segunda incursão pela Restaurant Week foi um pouco mais tumultuada, mas valeu à pena. Fomos ao Arabia, nos Jardins, um dos meus lugares favoritos da última edição, para aproveitar o feriado de 7 de setembro – o problema é que não foi uma ideia muito original: pegamos uma fila de espera de 35 minutos.

Ainda tentei ligar para outras casas e, como todas estavam cheias, ficamos por ali mesmo. Estávamos com uma amiga e a espera não chegou a ser sacrificante. Também vale destacar a qualidade do serviço oferecido; todos foram muito atenciosos e não ficaram apressando os clientes.

Um dos destaques do cardápio do Arabia é ter de 3 a 4 opções por prato, o que agrada um maior número de pessoas. Comecei com o homus com awarma (pasta de grão de bico cozido e tahine com cubinhos de carne de cordeiro preparada “à moda das montanhas”) acompanhado de cesta de pães, que é sério candidato à melhor entrada desta edição.

De prato principal, fiquei com as kaftas no espeto com batata amassada coberta com cebola refogada e arroz com aletria, temperadas e assadas no ponto ideal, pelo menos para mim. Para fechar, sorvete artesanal de nata.

O cardápio do jantar também está bem interessante e estou considerando prová-lo.

> Veja o cardápio completo no site da RW.

Serviço:
Arabia
R. Haddock Lobo , 1397
Jardins – São Paulo-SP
Tel.: (11) 3061-2203
www.arabia.com.br

(Fotos: reprodução do site da RW / Rafael Wainberg)

08/09/2011

RW: estreia francesa

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 11:59 pm por Paula R.


Como estou achando o preço dos menus da Restaurant Week um pouco altos – R$ 31,90 (almoço) e R$ 43,90 (jantar) –, minha meta para essa edição é dar preferência para a primeira refeição. E foi assim que, logo na segunda-feira, fomos no Le French Bazar, em Pinheiros. Nunca tinha ouvido falar do lugar e acabamos escolhendo pela proximidade ao trabalho e pelo cardápio.

O bistrô fica na esquina da Fradique com a Arthur de Azevedo, num sobrado vermelho, com decoração clean, porém com elementos clássicos, como o papel de parede cor de vinho e o móvel do banheiro do andar de cima. O atendimento foi discreto e atencioso. O ar condicionado e o fato de não estar lotado também contaram pontos para um almoço tranquilo.

A comida

De entrada, fiquei com a remoulade de folhas e palmito pupunha com nozes e queijo roquefort (ou seja, uma salada), que estava bem gostosa. Já o prato principal, o ragu de ossobuco com tagliatelle, estava bom, mas nada excepcional; veio mais carne do que costumo comer , o que deve agradar ao público masculino. Para fechar, mousse de fromage blanc com frutas vermelhas, que tinha um azedinho de iogurte e não era muito doce.

Como sou fina apenas até a página 2, aproveitei o fato de estarmos no fundo do mezanino, sem ninguém por perto, e compartilhei alguns pratos com minha amiga. Provei o gâteau de chocolate com avelã e creme anglaise (mais parecido com um brownie do que com o petit gateau que estamos acostumados), que estava bem gostoso para os amantes de doces. De doces doces, quero dizer. E, felizmente, também dei umas garfadas de sua entrada, a polenta cremosa com fricassé de cogumelos, que era, sem dúvidas, o melhor prato do menu.

O site diz que há pratos executivos no dia a dia, mas não informa os preços. Pode ser uma boa pedida para almoços especiais de trabalho.

> Visite a página da RW.

Serviço:
Le French Bazar
Rua Fradique Coutuinho, 179
Vila Madalena – São Paulo (SP)
Tels.: (11) 3063-1809 / 2768-0504
www.lefrenchbazar.com.br

(Fotos: Paula R. / Taís C.)

30/08/2011

Cada vez mais cara

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , às 11:58 am por Paula R.

Desde que descobri a Restaurant Week me tornei adepta. Adoro conhecer lugares novos, principalmente aqueles com cifras mais altas, que não são muito viáveis para o dia a dia. RW para mim era isso: comer bem, pagando pouco. Infelizmente, desde que fui a primeira vez, os preços não param de subir – de abril para cá, por exemplo, o almoço foi de R$ 29,90 para R$ 31,90 e o jantar de R$ 39,90 para R$ 43,90.

Foi um balde de água fria quando vi a notícia hoje. Cá entre nós, muitos dos restaurantes participantes não valem esse preço ou podem ser visitados em dias comuns, pois a média dos pratos é essa mesmo. Nessa edição, vou tentar escolher bem onde comer para valer a pena ou apostar em opções certeiras já visitadas.

A 9ª edição do evento acontece de 5 a 18 de setembro.

Minhas dicas para aproveitar melhor a RW:

  • Bebidas, serviço e couvert não estão inclusos no preço, portanto, fique de olho para não assustar com a conta;
  • É melhor ligar para ver se é preciso reservar mesa. Alguns restaurantes só aceitam reserva, apesar de não constar nada no site do evento – descobri isso na última edição com o Shintori;
  • Diversos mapas presentes no site indicam o lugar errado. É mais garantido colocar o endereço no Google Maps;
  • Preste atenção no período em que o restaurante se inscreveu na RW – alguns só oferecem cardápio especial no almoço ou na janta;
  • Dica óbvia: se o menu dos dois períodos é o mesmo, tente ir na hora do almoço para sair mais barato;
  • Visite o site da SP Restaurant Week para pesquisar as casas participantes e conferir o cardápio oferecido.
  • Não deixe de doar pelo menos R$ 1 para a ONG Ass. Comunitária Monte Azul.
> Para conferir posts antigos sobre a RW: http://migre.me/5Av0z

(Img: reprodução do site oficial)

07/04/2011

Top 5 – Restaurant Week

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , às 12:15 pm por Paula R.



Diferentemente da edição passada em que elegi os melhores da RW por categoria (entrada, prato principal, sobremesa, ambiente e atendimento), dessa vez resolvi fazer um Top 5, que já é um clássico por aqui.

Dei uma pausa na dieta (e nas economias) e consegui visitar dez restaurantes dessa vez. Seguem meus favoritos – mas confesso que fiquei na dúvida na ordem da classificação:

1. La Caballeriza
Acho que essa foi a única posição desta lista que não fiquei na dúvida. Na casa argentina, estavam muito bons todos os pratos (sabor, qualidade e tamanho), o atendimento, o ambiente, o vinho. Vou voltar e recomendo. Veja o post.

2. Shintori
Restaurante fino de comida japonesa, com jardim incrível no meio da construção. A comida estava muito bem preparada (apresentação e sabor), mas as porções eram muito pequenas e o preço das bebidas exorbitante (R$ 6,50 o refrigerante). Ganhou a medalha de prata pelo ambiente. Veja o post.

3. Arabia
Comida árabe bem gostosa, ambiente agradável e atendimento cordial. A casa pareceu se preocupar em preparar pratos especialmente para o evento e oferecia várias opções de cada item. Veja o post.

4. Govinda
Sabores incomuns com muitas especiarias e chutneys agridoces têm me conquistado na culinária indiana. O carneiro estava bem macio e o pão nan uma delícia – acredito que tenha sido feito na hora. Veja o post.

5. Taizan
Primeiro restaurante exclusivamente de comida chinesa que fui e adorei, pois, apesar dos pratos serem todos conhecidos, foram preparados com mais cuidado e mais saborosos. Destaque para o tamanho das porções: sem dúvida o mais bem servido da RW. Veja o post.

06/04/2011

Volta ao Tandoor

Posted in Bares/Restaurantes tagged , , , , , , , às 5:25 pm por Paula R.

Já tinha dado por encerrada minha participação nessa RW, quando decidimos de última hora almoçar domingo noTandoor, um restaurante indiano que conhecemos na edição passada. Como fomos durante o dia, o cardápio era um pouco diferente do que tínhamos provado.

A entrada era composta pelo pão nan com chutneys (de tamarindo, doce de abóbora e iogurte com hortelã) e samosas (pasteizinhos de vegetais e frango). Essa foi , para mim, uma das entradas “medalha de ouro” na outra edição e continua boa, mas achei que alguns pontos deixaram um pouco a desejar, como os pastéis que não pareciam fritos na hora e o pão que não tinha uma consistência muito fresca. Acredito que isso se deva à lotação da casa, que funcionou em alta rotatividade enquanto estivemos por lá.

Para quem gosta de comer à vontade, esse é um ponto forte do Tandoor. Os pratos principais ficam dispostos no buffet e os clientes podem se servir quantas vezes quiserem. As opções eram khandani Gosht (carneiro cozido com cebola, tomate, iogurte de hortelã e especiarias), kesari pullao (arroz colorido aromatizado com especiarias) e daal makhani (lentilha com molho de tomate, cebola e especiarias), meu preferido do dia. Tinha também o murg nawabi (cubos de frango temperado com molho de castanha de caju), mas não consegui provar, pois já estava mais do que satisfeita.

De sobremesa, o gulab jamun, bolinho de leite servido quente com caldo de essências de rosas, que, dessa vez, me cativou mais.

> Veja o cardápio no site da RW.

Serviço:
Tandoor
Rua Dr. Rafael de Barros, 408
Paraíso – São Paulo-SP
Tel.: (11) 3885-9470
www.tandoor.com.br

(Foto: reprodução do site da casa)

Próxima página