30/06/2009

Campos do Jordão

Posted in Pratos/restaurantes tagged , , às 5:19 pm por Paula R.

camposNeste domingo, finalmente tive a oportunidade de conhecer Campos do Jordão (SP), no Vale do Paraíba. Foi um passeio de poucas horas pelo centrinho comercial, o céu não tinha uma nuvem sequer e o sol não deixava que ficasse o frio que esperávamos encontrar.

A região ao redor da Praça Benedito Calixto (sim, eles também têm uma!) é formada por construções que lembram a arquitetura alemã. São dezenas, talvez centenas, de lojas de roupa de frio, souvenirs, restaurantes e chocolaterias para entreter turistas de todos os bolsos.

Toco Chocolates
Apesar de grande parte das pessoas parecer sonhar em sair na revista Caras ou encontrar o Amaury Junior, a cidade também oferece opções mais em conta. Enquanto a loja mais famosa da praça cobra R$ 220 o quilo do chocolate, é possível comprar trufas e barrinhas de primeira na Toco Chocolates, pagando R$ 76/kg.

A unidade em que fomos é a da Av. Macedo Soares; não consegui descobrir o número, mas fica na esquina do quarteirão do “Pastel do Maluf”. Além de conseguir comprar presentinhos a preços acessíveis, almoçamos por lá em mesas na calçada.

Tomei uma sopa de aspargos (R$ 22) muito boa, que vinha acompanhada de torradas. Meus amigos também provaram os caldos de palmito e carne seca com abóbora, além de pratos de salsichas alemãs e batata recheada com truta, todos com cara muito boa.

Nota: Se alguém descobrir porque uma marca se chama “Toco”, favor me explicar.

(Foto: Paula R.)

Anúncios

Californiano

Posted in Aprovados (ou não) tagged , às 1:41 pm por Paula R.

mcdonalds 

No interior de São Paulo, apesar de custar o mesmo preço daqui, é relativamente caro comer no Mc Donald’s se considerarmos as outras opções de restaurante. Logo que mudei pra cá, há uns oito anos, me esbaldei no fast food, mas a imersão foi tanta que criei quase que uma aversão.

Hoje, devo comer no Mac de duas a quatro vezes ao ano, em geral, quando quero experimentar alguma novidade. A que provei esta semana foi o lanche Californiano, que custa R$ 4 e integra o rol de ofertas atuais da lanchonete.

É claro que ele não tem o tamanho que aparenta na foto (ao centro) e deve ser comprado como um “lanche complementar”, na linha cheeseburguer ou Mc Chicken Junior, mas me surpreendeu pelo sabor. O hambúrguer de carne bovina é bem fino, porém traz uma fatia de bacon, salada de folhas, molho e um pão bem macio.

Pelo que entendi, o sanduíche – intitulado “o sabor do momento” – será vendido por tempo limitado. Só não sei até quando.

Nota: um ponto positivo das ofertas com lanches mais baratos é não precisar comprar o número e ter que comer as batatas fritas, que, falando sinceramente, só são gostosas por alguns segundos, quando a gente belisca no balcão.

(Foto: divulgação)

25/06/2009

A comida nas Artes – parte 8

Posted in Artes Plásticas tagged às 5:52 pm por Paula R.

inverno_arcimb   primavera_arcimb

verão_arcimb    outono_arcimb

Em sentido horário:
1. Inverno, 1573, Giuseppe Arcimboldo
2. Primavera, 1573, Giuseppe Arcimboldo
3. Verão, 1573, Giuseppe Arcimboldo
4. Outono, 1573, Giuseppe Arcimboldo

Nota 1: Estes quadros primam pelos detalhes, por isso, fiz questão de disponibilizá-los em tamanho maior. Para isso, basta clicar em cima das imagens. Este “truque” acabei de aprender com meu amigo Marcos.

Nota 2: Para saber mais sobre o artista, acesse a categoria Artes Plásticas.

Top 5 do dia

Posted in Top 5 tagged , , às 5:09 pm por Paula R.

Guloseimas da infância (anos 80):

:. Chocolate
1. Brown cow (chocolate líquido de pôr no leite)
2. Io-iô crem
3. Lollo (avô do Milkybar)
4. Cigarrinhos de chocolate Pan (politicamente incorreto)
5. Dan Top (os primórdios da Nhá Benta)

:. Balas e chicletes
1. Bala Chita (em especial a de abacaxi)
2. Freshen-up (o verde)
3. Bala de leite Kids
4. Bala Sete Belo
5. Mini Chicletinhos Adams

:. Pirulitos
1. Dip’n Lik
2. Pirulito de chupeta
3. Pirulito toffee do Zorro
4. Pirulito com chiclete (tutti frutti)
5. Pirocóptero

23/06/2009

Veloso Chopp & Petisco

Posted in Pratos/restaurantes tagged , às 7:34 pm por Paula R.

:. Ainda não sei fazer…

logo_velosoAs coxinhas são, sem sombra de dúvidas, o meu salgadinho favorito. Cruzo os dedos para encontrá-las nas festinhas de crianças ou cardápios dos botecos, mas nem sempre sou bem-sucedida. Sem contar que nem todas que a gente encontra por aí são de primeira.

Essa breve introdução é só para ressaltar a importância da descoberta que fiz na última sexta-feira: saboreei a melhor coxinha da minha vida!

Foi no Veloso, um boteco escondido atrás da caixa d’água da Vila Mariana, conhecido pela alcunha de ter a “melhor caipirinha de São Paulo”. Esta não provei ainda, mas a coxinha…

A unidade sai por R$ 6 e a porção com meia dúzia por R$ 14,40. Nem grande, nem pequena, a proporção de massa e recheio é ideal e a casquinha levemente crocante. Aliás, não sei (ainda) o que vai no recheio, além do frango desfiado, mas ele é cremoso e parece não ter catupiry.

O bar é pequeno e às vezes tem filas – tanto é que esta foi a primeira vez que consegui entrar. Caso não queira esperar, uma alternativa é o bar vizinho Brasamora, que também pertence à família, e ouvi dizer que compartilha do mesmo cardápio.

Serviço:
Veloso Chopp & Petisco
Rua Conceição Veloso, 56, Vila Mariana
São Paulo-SP
Tel.: (11) 5572-0254

Nota: sempre que alguém fica sabendo desta minha paixão por coxinhas, me indica o bar Frangó, na Freguesia do Ó. Infelizmente, nunca consegui conferir. Até lá, o troféu fica com a do Veloso.

22/06/2009

Banco de Alimentos

Posted in Por aí tagged , às 6:08 pm por Paula R.

banco_alimentosCriada em 1998, a ONG busca “minimizar os efeitos da fome, através do combate ao desperdício de alimentos e promover a educação e cidadania”. Pelos números divulgados no site, todos os dias são jogados no lixo 39 milhões de quilos de comida, que poderiam alimentar 19 milhões de pessoas. Um absurdo, não?

E é aí que a ONG entra. Além de pegar de quem tem sobrando para levar a quem está precisando, a organização ainda se preocupa em promover um Programa de Educação Nutricional, que ministra palestras sobre temas como Desnutrição ou Higiene e Manipulação de Alimentos, e oficinas culinárias, que ensinam, entre outras coisas, a usar ao máximo os alimentos ou reaproveitá-los. Vale a pena ficar de olho.

Algumas dicas do site:
– Os talos de couve, agrião, beterraba, brócolis e salsa, entre outros, contêm fibras e devem ser aproveitados em refogados, no feijão e na sopa;
– Os talos do agrião, pois eles contêm muitas vitaminas. Limpe, pique e refogue com tempero e ovos batidos;
– A água do cozimento das batatas acaba concentrando todas as vitaminas. Aproveite-a, juntando leite em pó e manteiga para fazer purê;
– A casca da laranja fresca pode ser usada em pratos doces à base de leite, como arroz doce e cremes;
– Com as cascas das frutas (goiaba, abacaxi, etc.), pode se preparar sucos batendo-as no liquidificador. Este suco pode ser aproveitado para substituir ingredientes líquidos no preparo de bolos.

Confira!
No site da ONG, há também várias receitas de doces e salgado. Acesse: http://www.bancodealimentos.org.br/

19/06/2009

Mini Ofélia

Posted in Por aí tagged às 7:03 pm por Paula R.

bia1

 

 

 

 

 

 

 

 

bia2

 

 

 

 

 

 

 

 

Beatrice, homônima da musa de Dante (Divina Comédia), demonstra seus dotes culinários no último feriado, em Guareí (SP). A aprendiz de cozinheira – e futura leitora deste blog – promete.

(Fotos: Rafael MB)

17/06/2009

Top 5 do dia

Posted in Top 5 às 9:23 pm por Paula R.

Comidinhas para dias frios:

1. Sopas e caldos
2. Chocolate quente com bolinho de chuva
3. Fondue (de queijo, chocolate…)
4. Queijos e vinhos
5. Angu (polenta mole) com frango ensopado

12/06/2009

Gororoba de chef

Posted in Por aí tagged , às 12:09 pm por Paula R.

avestruz.jpg

Neste dia 11 de junho, o caderno Ilustrada, da Folha, publicou uma matéria que parecia inspirada no meu Top 5 “Coisas estranhas que eu como (e adoro)”.

Para quem achou estranha a minha bolacha de chocolate com maionese, dois dos chefs entrevistados comem “bolacha de doce de leite com salame” e “bolo de chocolate com maionese”. A mesma linha, não? Minha bolacha com margarina e achocolatado também não fica tão exótica com a receita de “pão francês com Bis”.

Quem não for assinante da Folha, mas for do UOL, pode dar uma busca no site do jornal com o título “Gororoba de chef” para ler a matéria inteira.

(Foto: stock.xchng)

09/06/2009

Chocolate quente

Posted in Bebidas tagged , , às 11:44 pm por Paula R.

chocolate_quente

:. Fácil – Porção para 4 pessoas

Ingredientes:
1 litro de leite
5 ou 6 colheres (sopa) de chocolate em pó
2 colheres (sopa) de amido de milho (maisena)
Açúcar a gosto
Sugestão: usar chocolate Dois Frades da Nestlé.

Modo de preparo:
– Misture todos os ingredientes numa panela. Na hora de colocar o amido de milho, dissolva antes numa xícara com um pouco de leite.
– Deixe em fogo médio e mexa até ferver e engrossar levemente. Sirva quente.

Historinha…
Essa receita é muito fácil e também me lembra a infância. Resolvi escrevê-la em homenagem ao friozinho que tem feito por esses tempos e que me fazem ter saudades daqueles dias em que podia tomar chocolate quente vendo Sessão da Tarde e comendo bolinho de chuva. É ótima também para curar fossa e animar uma tarde de sábado chuvosa.

Esta é a receita mais básica da categoria. Mas, como há dias em que a gente tem mais tempo e disposição, seguem algumas dicas para deixar a bebida mais incrementada:

1. No lugar do açúcar, colocar uma lata de leite condensado. Tomar cuidado na hora de adicionar o chocolate, caso a marca escolhida já seja adoçada; ou,
2. Adicionar uma lata de creme de leite no preparo ou colocar duas colheres (sopa) na xícara na hora de servir; ou
3. Ferver a mistura com duas unidades de canela em pau; ou
4. Com a receita pronta, adicionar 1 e ½ xícara de rum ou licor de amêndoas; ou
5. Na hora de servir, cobrir com chantili e/ou um pouco de canela em pó; ou
6. Colocar um quadradinho de chocolate (Alpino, ao leite, meio amargo ou branco) dentro da xícara antes de colocar a bebida.

Nota: talvez tudo isso junto fique melhor ainda.

(Foto: stock.xchng)

Próxima página